Procurador espanhol pede dois anos de prisão para Neymar

Atacante é acusado de fraude na transferência do Santos para o Barça


0

Um procurador espanhol pediu uma pena de dois anos de prisão para o atacante brasileiro Neymar em um caso de apropriação indevida de recursos aberto contra o jogador e seus agentes por sua transferência em 2013 do Santos para o Barcelona, mostrou um documento judicial divulgado nesta sexta-feira (29).

O promotor também pediu cinco anos de prisão para o então presidente do Barcelona, Sandro Rosell, acusado de corrupção e fraude, e uma multa de mais de 8 milhões de euros para o clube espanhol.  Após a denúncia, a Justiça espanhola começou a investigar o caso e suspeita fraude no valor de transferência do brasileiro.

O julgamento do caso, no qual o Santos e a empresa da família do jogador são acusados, deve começar em 17 de outubro em Barcelona.

Fonte: Agência Brasil


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui