Professora chinesa é condenada à morte por envenenar 25 alunos

Crianças tinham idades de 3 a 6 anos e uma delas morreu. Segundo a justiça, a professora já havia tentado envenenar seu marido em 2017.


0
Uma sala de aula é vista em uma escola primária em Wuhan, na província de Hubei, na China (Foto: AFP/Arquivo)

Uma professora chinesa foi condenada à morte por ter envenenado a 25 alunos com idades de três a seis anos — um deles morreu —, anunciou a justiça.

Um tribunal da cidade de Jiaozuo, na província de Henan (centro), declarou nesta terça-feira (29) a professora Wang Yun culpada por ter colocado nitrito de sódio no mingau fornecido aos alunos.

O envenenamento aconteceu em 27 de março de 2019 e foi o desdobramento de uma discussão entre Wang e outro professor do jardim de infância, de sobrenome Sun, sobre a melhor forma de lidar com os alunos.

Wang então acrescentou o nitrito que havia comprado pela internet ao mingau fornecido pela escola e destinado aos alunos do outro professor.

O nitrito de sódio é um produto químico usado sobretudo para a conservação da carne, mas que em doses elevadas pode ser muito tóxico.

Segundo o tribunal, Wang sabia que o produto era nocivo, mas isto não impediu sua atitude e ela envenenou as crianças “sem preocupações para as consequências”. A corte descreveu os motivos de Wang como “desprezíveis” e “perversos”.

“Ela deve ser punida severamente de acordo com a lei”, disse a decisão.

Não foi a primeira vez que a professora recorreu a estas práticas, segundo a justiça. Em 2017 a professora tentou envenenar seu marido após uma disputa conjugal.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui