Profissional une nutrição e desenvolvimento humano para melhorar a qualidade de vida

Gabriela Jacinto oferece acompanhamento nutricional e de coach aos pacientes.

2

Tratamento nutricional individual e em grupos. Nutrição clínica, estética e esportiva. Essas são as especialidades da nutricionista e master coach Gabriela Jacinto. Ela foi a entrevistada de Aline Silva no programa Papos de Mulher deste sábado (30).


ouça a entrevista

 


Em sua página no Facebook, Gabriela se destaca no mercado da nutrição por vídeos, posts e cards informativos. Conforme ela, a intenção é mesclar conteúdos informativos para trazer o máximo possível de informações para que as pessoas possam usar no seu dia a dia. “Um conteúdo para que o usuário possa colocar em prática”, ressalta.

A nutricionista destaca que o atendimento varia em função de cada pessoa. Ela faz uma diferenciação, por exemplo, entre atleta de alto rendimento para aqueles esportistas eventuais e aqueles que procuram acompanhamento para manterem-se em forma. As suplementações, diz ela, também tem que ser pensadas para as características fisiológicas.

Gabriela ressalta que, atualmente, há uma série de linhas de produtos naturais à disposição no mercado, sem a utilização de conservantes.

A profissional conta que buscou aliar a nutrição com o coach pelos relatos que ouvia dos pacientes no consultório. “Tem que ter alguma coisa que eu possa fazer para ajudar, não só na alimentação”, diz. Assim, ela procurou formações para proporcionar desenvolvimento nas áreas de inteligência emocional, autoconhecimento e autorregulação das emoções. TS


Estudo britânico aponta que 1 em cada 4 jovens está viciado em celular

Resultado de imagem para jovem celular

com Natalia Ribeiro

Quase um quarto dos jovens é tão dependente dos próprios celulares que eles passaram a ser considerados viciados nos dispositivos. Um estudo, realizado por pesquisadores do King’s College de Londres, afirma que esse comportamento viciante significa que as pessoas ficam “em pânico” ou “chateadas” se lhes for negado acesso constante aos aparelhos.


ouça o quadro

 


Para os pesquisadores, esse vício está associado a problemas de saúde mental. O levantamento publicado na BMC Psychiatry analisou 41 estudos anteriores envolvendo 42 mil jovens em investigações sobre o “uso problemático de smartphones”.

O estudo constatou que 23% tinham comportamento classificável como vício, como ansiedade por não poder usar o telefone, por não conseguir moderar o tempo gasto e passar tanto tempo usando o smartphone que isso prejudicava a realização de outras atividades. Esse comportamento viciante pode estar ligado a outros problemas, diz o estudo do King’s College, como estresse, tristeza, falta de sono e problemas de desempenho na escola.

Segundo Samantha Sohn, coautora do estudo, os vícios “podem ter sérias consequências sobre a saúde mental e o cotidiano”. Amy Orben, pesquisadora do setor de Cognição e Ciências do Cérebro da Universidade de Cambridge, afirmou que não é possível determinar uma relação de causa e consequência entre depressão e o uso excessivo de smartphones, por exemplo.

Fonte: G1


Estilo, por Douglas Petry

O consultor especializado em moda, arte, decoração, estilo e bom gosto Douglas Petry fala sobre festas de fim de ano no quadro “Estilo” deste sábado (30). Conforme ele, é importante saber onde será a festa e qual será a sua proposta.

Em eventos da família e entre amigos, é possível um look mais despojado e se passar um pouco mais na bebida. Mas, em festa da empresa, cuidado: o que você fizer pode virar papo no corredor no dia seguinte. Ouça o quadro!

 


Na Cozinha: Pizza de linguiça acebolada com requeijão

com Daniel Bortolini

 

Ingredientes

  • Massa
  • 1 kg de farinha de trigo
  • 15 g de fermento biológico
  • 500 ml de água morna

Recheio

  • 1 kg de linguiça toscana
  • Molho de tomate
  • 3 cebolas cortadas em fatias grossas
  • Um pote de 200g de Requeijão
  • Azeite
  • açúcar

Para a massa da pizza, coloque em um bowl a farinha de trigo e o fermento. Misture com a ponta dos dedos e vá colocando aos poucos a água. Sove a massa em uma superfície enfarinhada até que ela solte da mão e esteja lisa e elástica. Reserve por pelo menos uma hora. Divida a massa e molde as pizzas. Com essa receita, fiz duas pizzas quadradas grandes e ainda sobrou massa para um calzone.

Durante o crescimento da massa, prepare o recheio.

Tire a pele das linguiças. Despedace com as próprias mãos para conseguir pedaços menores. Ponha a linguiça em uma panela aquecida com um fio de azeite. Cozinhe por alguns minutos e reserve. Na mesma panela, doure as cebolas com um pouco de açúcar. Com as massas na forma, coloque molho de tomate, a linguiça, a cebola e espalhe colheres de requeijão. Leve ao forno em temperatura média/alta por pelo menos 20 minutos.

 

2 Comentários

  1. Depois de sofrer muito com o meu peso, ter alguns problemas de saúde, depressão e me sentir extremamente horrível com o meu corpo, minha auto-estima e com o meu peso eu cheguei a tentar dezenas de métodos e dietas que não funcionaram. Depois de algum tempo frustrado e sem opções, eu tomei uma decisão e comecei a emagrecer de verdade! E estou aqui para compartilhar tudo que aconteceu de verdade. Achei um e-book super completo, onde aprendi a perder peso de verdade. http://bit.ly/Emagreca-Em-17-Dias-Ja fica a dica abraço.;)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui