Programa Conte Comigo desenvolve habilidades cognitivas em 2 mil crianças de Lajeado

O programa nas escolas é aplicado em turmas C, D e E de Emeis e de pré-escola de Emefs


0
Foto: Divulgação

Em Lajeado, as famílias já começam a sentir os efeitos do programa Conte Comigo, que integra as ações do eixo da prevenção à violência do Pacto Lajeado Pela Paz. Por meio do compartilhamento de livros, o Conte Comigo está auxiliando no desenvolvimento cognitivo e da linguagem de crianças e no fortalecimento de vínculos. Mais de 2,3 mil crianças de 3 a 6 anos de todas as Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) e de Ensino Fundamental (Emefs) e 187 pais e cuidadores estão participando do programa em Lajeado.

De acordo com a coordenadora do Conte Comigo, Priscilla Hasstenteufel, o programa consiste em técnicas de compartilhamento de livros, que busca instigar as crianças a explorarem e desenvolverem o enredo por meio da imaginação e criatividade, seguindo o interesse da criança, diferente de uma leitura tradicional.

“Temos tido retorno muito positivo com o programa. Os relatos dos cuidadores fazem referência, especialmente, ao tempo de qualidade que a metodologia propicia, de forma sensível e recíproca. O fortalecimento de vínculos tem sido evidenciado, além da promoção do desenvolvimento da linguagem e da cognição infantil”, relatou Priscila.

Em Lajeado, o Conte Comigo é aplicado em duas versões: professoras da Educação Infantil receberam formação para aplicar o programa em sala de aula com os alunos e coordenadoras pedagógicas conduzem grupos com cuidadores (podendo ser mães, pais ou representantes), que são ensinados a compartilhar livros com seus filhos em casa.

Conte Comigo nas escolas

O programa nas escolas é aplicado em turmas C, D e E de Emeis e de pré-escola de Emefs. A cada sessão são trabalhados diferentes livros e explorados diferentes temas e habilidades, voltados para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais específicas nas crianças. Entre algumas habilidades que serão trabalhadas ao longo do programa são a empatia, o controle de impulso e a concentração, que visam preparar as crianças para o início da vida escolar.

Na turma do pré A da Emef Vida Nova, em Conventos, o programa é aplicado pela professora Carolina Reckziegel no pátio da escola, conectando os alunos com a natureza e com os livros. Carolina conta que o programa também tem fortalecido o vínculo entre professor e aluno.

“Como é um conto coletivo, eles acabam contando muitas coisas da realidade e vivência deles, fazendo com que criemos mais afinidade e aproximação com as crianças. Eles estavam acostumados com a história pronta e agora, como eu vou perguntando, eles usam a imaginação para criar a história. Os alunos têm gostado e ainda estão construindo esse conhecimento. Ao final do programa, vamos perceber que eles estarão mais autônomos, pegando os livros e fazendo isso sozinhos”, contou a professora.

A pequena Emanuely Brentano Ertel estava envolvida na história do livro “Pequenos ajudantes”. “A historinha que lemos hoje era sobre uma família pobre, que recolhia comida ajudando os outros. Gosto de ler e escrever. Em casa, o meu pai e minha mãe me ajudam a ler os livrinhos”, disse Emanuely, 6 anos.

Conte Comigo em grupos de pais

Já em grupo de cuidadores, no qual participam mães, pais ou representantes, os facilitadores ensinam técnicas de compartilhamento de livros e de fortalecimento de vínculos familiares. Os facilitadores fazem isso com o auxílio dos livros, de 7 cartões-resumo e do manual do facilitador, que contém a explicação das técnicas de cada sessão.

Desta forma, os facilitadores fornecem subsídios aos cuidadores para que eles possam compartilhar os livros com as crianças em casa. Ao mesmo tempo, é uma forma de a escola criar vínculos mais próximos com estas famílias participantes. É o que afirma também a facilitadora do programa e coordenadora pedagógica da Emef São Bento, Cláudia Terres Ferreira.

“O Conte Comigo é mais uma oportunidade de, enquanto escola, estarmos presentes nas casas, nas rotinas dos nossos alunos. Por isso, há tanto cuidado, zelo, dedicação e comprometimento. Assim como esta oportunidade é estendida às mães, pais e cuidadores, que passam a fazer parte da rotina e organização escolar. Crie um tempo e um espaço dedicado a eles. É uma felicidade para as crianças encontrarem seus pais na escola, ainda mais por esta razão tão especial”, contou Cláudia.

No terceiro encontro com o grupo de cuidadores na Emef São Bento, o tema abordado foi “Números e Comparações”, quando os pais aprenderam técnicas para ajudar as crianças a se familiarizarem com os números, praticando a contagem de objetos presentes nas ilustrações do livro.

O compartilhamento de livros é novidade para Caroline Goecking Lira, mãe de Ana Luiza Goecking, aluna da Emef São Bento. “Eu não tinha essa rotina de ler com minha filha Ana. Isso está sendo novo para mim. Eu resolvi participar porque é uma forma de eu ficar mais próxima dela, já que ela costumava brincar sozinha. Percebo que ela está gostando muito, mais do que eu esperava que ela iria gostar”, relatou Caroline.

Ivete Maria Noll da Fontoura, mãe de Lauren, sete anos, destacou que o programa também tem auxiliado no desenvolvimento da filha. “Por mais que no dia a dia a gente tenta fazer isso, o compartilhamento de livros é um momento especial. É um tempo só meu e da minha filha. Isso também tem auxiliado ela a evoluir depois de ter ficado tanto tempo sem ir à escola em razão da pandemia. Cada vez que compartilhamos sai uma história diferente. Eu acho muito importante esse trabalho. Ele é válido tanto para os pais quanto para as crianças. O conceito desses livros, que não tem leitura e é só visual, depende da criatividade deles de observação”, disse Ivete.

Após as 8 semanas de aplicação do Conte Comigo, as habilidades do programa servirão de base para que os professores continuem trabalhando com as crianças ao longo de todo o ano, podendo ser utilizados, inclusive, outros livros de interesse da turma. AI/VM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui