Programa do Governo do RS prevê aumento de 9 para 22 praças de pedágio em rodovias

O levantamento indicou ainda que não haverá mais um valor único nas tarifas de pedágios


0

Estudo elaborado pelo governo do Rio Grande do Sul sobre os investimentos que serão feitos nas estradas gaúchas apontou a necessidade de 22 praças de pedágio. O número mais que dobra a quantidade de entrepostos no Estado, já que hoje existem nove praças sob a gestão da Empresa Gaúcha de Rodovias. O levantamento indicou ainda que não haverá mais um valor único nas tarifas de pedágios. Os preços só serão conhecidos em leilão. Além disso, o levantamento leva em conta o perfil de cada trecho e a localização de cada praça de pedágio para a definição dos valores a serem pagos. Um estudo do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) indicou valores máximos e mínimos, baseados nas características de cada rodovia. Se a estrada conta com mais trechos simples que duplicados, a tarifa será 30% menor do que a tarifa de pista dupla. No caso inverso, o preço será mais baixo. Fonte: Correio do Povo

Setor da construção emprega e paga menos desde o ano de 2010, diz IBGE

A indústria da construção passou a ocupar 22,5% menos pessoas e a pagar 11,5% menos aos seus trabalhadores do ano de 2010 a 2019, aponta pesquisa anual feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que faz uma comparação entre os anos para apontar mudanças estruturais na área. Uma dessas alterações durante a década foi a do perfil das empresas, analisado de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas. No decênio, a atividade de serviços especializados para construção tornou-se a que mais empregou mão de obra (35,3%), passando da terceira para a primeira posição neste ranking. Fonte: Correio do Povo

Auxílio Emergencial 2021: Caixa começa a pagar 3ª parcela do benefício

A Caixa Econômica Federal (Caixa) começa a pagar nesta quinta-feira (17) a terceira parcela do Auxílio Emergencial, para os beneficiários que fazem parte do Bolsa Família. Quem recebe nesta quinta são aqueles cujo número do NIS se encerra em 1. Também nesta quinta, a Caixa libera os saques e transferências da segunda parcela aos beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família nascidos em dezembro, que receberam a parcela em poupança social digital no dia 30 de maio. Com isso, a Caixa conclui o segundo ciclo de pagamentos do Auxílio 2021. Para os trabalhadores fora do Bolsa Família, os pagamentos da terceira parcela começam na sexta-feira (18). Fonte: G1

Tiroteio na Alemanha deixa mortos

Ao menos duas pessoas morreram em um tiroteio no oeste da Alemanha nesta quinta-feira (17), informaram as autoridades policiais. O suspeito pelos disparos em Espelkamp, cidade com cerca de 20 mil habitantes localizada a 80km de Hannover, está em fuga e é procurado pelas forças de segurança. As vítimas foram identificadas inicialmente como um homem e uma mulher, mas a polícia ainda não divulgou mais informações sobre suas identidades. Fonte: G1

Sem consenso, Senado adia para esta quinta a votação de MP que permite privatização da Eletrobras

O Senado adiou para esta quinta-feira (17) a votação da medida provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras, maior empresa de geração e transmissão de energia do país. O governo espera arrecadar cerca de R$ 60 bilhões com a privatização da empresa. A análise da proposta era o primeiro item da sessão desta quarta-feira (16). Mas, sem consenso para a aprovação do texto e com a entrega do relatório pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO) somente por volta das 18h, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu suspender a sessão após a leitura do parecer por Rogério. Fonte: G1

Ministro da Defesa de Israel quer inquérito sobre tumulto que matou 45 em festival religioso

O ministro da Defesa de Israel propôs nesta quinta-feira (17) que o novo governo do país inicie uma investigação oficial sobre o tumulto em um festival religioso judeu que matou 45 pessoas em abril. Cerca de 100 mil pessoas — a maioria judeus ortodoxos — participavam da celebração Lag B’Omer, o maior evento desde o controle da pandemia do coronavírus no país. Durante a cerimônia, parte da multidão se amontoou em um túnel estreito e 45 peregrinos, incluindo crianças, foram asfixiados ou pisoteados. Mais de 150 pessoas ficaram feridas no tumulto. Fonte: G1

Produção e apresentação: Caroline Silva
Próxima edição: hoje, às 18h

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui