Projeto Corrente do Bem Lajeado completa 7 anos de atuação em prol de famílias e entidades carentes

Criado por Carline Sell Ariotti, ação surgiu em 21 de abril de 2014 após a perda de sua filha, Soffya Valentina, como uma maneira de superar a dor


0
O projeto Corrente do Bem foi idealizado por Carline Sell Ariotti, conhecida como Carol (Foto: Gabriela Hautrive)
Foto: Divulgação

O Corrente do Bem Lajeado, projeto que em breve passará a ser chamado também de Soffya Valentina, foi criado em 21 de abril de 2014 e completa sete anos de história nesta quarta-feira (21). Ao longo dos anos, foram muitas ações realizadas em prol de famílias e entidades carentes. O projeto cresceu tanto que possui sua sede própria, localizada no Bairro Moinhos D’Água, em Lajeado. O trabalho, realizado totalmente de forma voluntária, foi idealizado por Carline Sell Ariotti, conhecida como Carol, e surgiu através da dor, após perder sua filha Soffya Valentina.


OUÇA A REPORTAGEM 


 

Ações são realizadas em diferentes datas comemorativas, além de atividades pontuais que ocorrem ao longo do ano (Foto: Divulgação)

Diante da situação, resolveu promover ações para ajudar quem precisa. Conhecidos, amigos, empresas e entidades, passaram a formar uma grande “Corrente do Bem”, sem nenhum vínculo com as prefeituras. A iniciativa auxilia diferentes pessoas e faixas etárias. Além da procura dos próprios interessados, muitos casos chegam ao projeto via agentes comunitários de saúde, assistentes sociais e entidades de toda a região. A ideia era manter o trabalho pelo período de dois anos, porém já são sete atuando, crescendo e projetando ampliações e continuidade das ações para o futuro.

Conforme a idealizadora do projeto, o mês de abril é sempre muito especial para a família, composta por seu esposo e dois filhos, Murilo e Ágatha. “Representa várias datas especiais, começando pelo aniversário da Soffya e recorrente disso tudo o que aconteceu”. Tudo começou com a primeira ação de entrega de um enxoval para UTI neonatal do Hospital Bruno Born de Lajeado, itens que seriam usados pela filha de Carline, bebê prematura que não resistiu e acabou falecendo. “Uma das muitas promessas que eu fiz foi de encabeçar um projeto social para ajudar bebês prematuras do hospital, pois lá existem muitas situações de pais que possuem os materiais necessários”.

Parte das voluntárias que atuam no projeto (Foto: Divulgação)

No próximo sábado, dia 24, será feito um ato de comemoração em alusão ao aniversário de sete anos, dentro de protocolos e daquilo que é possível neste momento por conta da pandemia. “Vamos fazer um brechó beneficente, com agendamento de horário pelo 9-8213-3303, e um coquetel que será servido pelas voluntárias. No momento final da compra a pessoa poderá levar o prato de guloseimas para casa”, explica. A próxima ação será o ato de lançamento de uma mudança no nome, homenageando a filha da fundadora. “Será chamado de “Soffya Valentina – Corrente do Bem”, em homenagem a nossa guerreira que está no céu e é o motivo de tudo isso”, relata. O logo vai seguir sendo o mesmo, apenas será acrescentado o nome da menina junto ao nome já existente.

Como ajudar

Quem deseja contribuir de alguma forma com a Corrente do Bem pode entrar em contato com Carline através da página do projeto no Facebook ou então levar doações nos pontos de coleta. Há também como participar do Brechó do Bem, que funciona às sextas-feiras e sábados em uma sede no Bairro Moinhos D’Água, em Lajeado e que em breve fará vendas online através do Instagram @brechodobemlajeado_rs. Para mais informações o telefone de contato é (51) 9 8213-3303.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui