Projeto Lajeado mais Verde realiza o plantio de 21 mudas de Ipê amarelo

Plantas foram colocadas na Avenida Senador Alberto Pasqualini, no Bairro Universitário.


0
Iniciativa busca promover e incentivar a arborização urbana responsável (Foto: Prefeitura de Lajeado)

Ao dar sequência nas ações do projeto Lajeado mais Verde, a Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), realizou nesta quinta-feira, (2), o plantio de 21 mudas de ipê amarelo na Avenida Senador Alberto Pasqualini, no Bairro Universitário.

A ação ocorreu no trecho compreendido entre a Escola Municipal de Ensino Fundamental Vitus André Mörchbächer e a Ponte de Ferro, na divisa com o Município de Arroio do Meio.
Segundo a engenheira florestal Sabrina Marques Wolf, da Sema, em dezembro de 2019 foi iniciado o plantio das árvores neste trecho, quando 170 árvores foram plantadas no dia 19/12 e as 21 restantes nesta quinta-feira, totalizando 191 mudas plantadas no local.
“Escolhemos realizar o plantio de Ipê Amarelo porque essa é a árvore símbolo de Lajeado. Além de embelezar a cidade, queremos garantir um ambiente mais saudável para a comunidade!”, destaca o biólogo André Luiz Bruxel.

O projeto Lajeado mais Verde iniciou em 2017 e promoveu o plantio, até o momento, de 1.493 árvores nos arredores da cidade.

Saiba mais sobre o Lajeado Mais Verde

O Lajeado Mais Verde tem o objetivo de promover e incentivar a arborização urbana responsável, que implica tanto o manejo adequado das plantas existentes quanto o plantio de novas mudas. Como parte deste manejo adequado, pode ser necessária a poda ou mesmo a supressão de árvores. Neste caso, é necessária a autorização prévia do poder público.

Técnicos da Sema fazem a avaliação das condições da planta antes de permitir qualquer mudança na sua estrutura. Sempre que uma planta deste tipo é retirada, o responsável tem a obrigação de compensar as árvores retiradas com novos plantios, o que ajuda a manter a cobertura verde do município. Mesmo em árvores retiradas da via pública, a mesma reposição é exigida, e o próprio poder público também é obrigado a fazer a compensação. AI/NR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui