Promotor fala sobre situação da Certel


0

O promotor de Justiça Jair João Franz, concedeu entrevista a Rádio Independente nesta terça-feira (25). Ele falou sobre a situação da Cooperativa de Eletrificação Rural do Vale do Taquari (Certel), que enfrenta problemas financeiros.

Ele destacou que foi decidida durante assembleia extraordinária, em 11 de outubro de 2016 uma taxa adicional de 25% sobre a fatura do mês de setembro, durante 24 meses, na tentativa de auxiliar a cooperativa a recuperar uma dívida de R$ 12 milhões. A justiça cancelou a decisão, e para o promotor, trata-se de uma relação de consumo e, portanto, as regras do Código de Defesa do Consumidor prevalecem.


ouça a entrevista


No fim de outubro, a Certel vendeu a operação de internet, o que rendeu de R$ 20 milhões, e se desfez de alguns de seus ativos e negócios que não tenham relação com a geração de energia, como a rede de lojas da cooperativa. A dívida chegou a R$ 130 milhões em 2012, o que obrigou o fechamento de quase 30 filiais da rede e a demissão de cerca de 200 pessoas.

A Certel Energia possui cerca de 60,2 mil consumidores de energia elétrica, atendendo integralmente as cidades de Boqueirão do Leão, Canudos do Vale, Progresso, Capitão, Imigrante, Pouso Novo, Forquetinha, Sério, Coqueiro Baixo, Marques de Souza, Travesseiro, Poço das Antas, Santa Clara do Sul, Westfália, Colinas e Putinga, e parcialmente os municípios de Lajeado, Estrela, Arroio do Meio e Encantado. KO/AI


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui