Proprietário da Construtora Zagonel faz doação para HBB após ficar internado na UTI

José Zagonel, em nome da empresa, entregou 870 metros de piso porcelanato para reforma na casa de saúde. Ato ocorreu na manhã desta quarta-feira (10)


0
Foto: Gabriela Hautrive

Foi entregue pelo empresário José Zagonel a doação de piso porcelanato ao Hospital Bruno Born (HBB) de Lajeado, na manhã desta quarta-feira (10). O produto foi doado pela Construtora Zagonel e conforme a empresa, foram destinados 861 metros do material que será utilizado na reformulação do setor de emergência da casa de saúde. A entrega ocorreu nos fundos no acesso pelo estacionamento do HBB, por volta das 11h.


ouça a reportagem

 


Conforme Zagonel, além da admiração que sempre teve pelo trabalho desempenhado no hospital, a motivação por fazer a doação surgiu após ficar internado por 15 dias no local, inclusive precisando de um leito de UTI com uso de respirador. “Fazer o bem sempre é maravilhoso, e para uma entidade que atende tantas pessoas da região e que é referência em qualidade no estado e administração, é extremante importante, e também uma forma de gratidão pelo período em que estive internado, onde fui muito bem cuidado e muito bem tratado”, relata.

O proprietário da empresa destaca a importância do hospital em um momento complicado para o sistema de saúde por conta da pandemia. “Se temos tudo isso hoje, é porque a comunidade é referência, é solidária, e nós não podíamos ficar de fora, pois se podemos contribuir, devemos fazer isso”, entende.

O diretor-executivo do HBB, Cristiano Dickel, agradeceu pela doação que contribui para reforma de um área importante da casa de saúde, que é o setor de emergência. “Uma das poucas áreas que ainda não passou por uma reformulação, com toda readequação da estrutura, os pacientes graves terão atendimento com maior qualidade, serão montados oito leitos de UTI nessa emergência”, diz.

Além disso, segundo Dickel, o espaço contará com um pequeno bloco cirúrgico, novos acessos para ambulâncias com possibilidade estacionamento de dois veículos simultâneos, sendo um ao lado do outro, o que atualmente não é possível, pois existe apenas uma vaga. Ainda não há um prazo exato para que a obra seja finalizada. “Leva um tempo mais longo, pois acontece com o setor em funcionamento, são feitas interdições parciais por área, mas a gente acredita que de oito a dez meses deve estar concluída toda a obra”, explica o diretor-executivo.

Ocupação do HBB

O Hospital Bruno Born está com ocupação máxima de internações, atingindo 144% de sua capacidade. Até o início da tarde desta quarta-feira (10), o número de pacientes internados era 115, sendo 27 na UTI e outros oito aguardando por um leito. A casa de saúde atua na fase 5 do plano de contingência contra a pandemia que é considerado de calamidade.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui