Proprietários de salões de beleza e academias promovem carreata em Lajeado nesta quarta

Lojistas também participaram da mobilização em apoio aos empresários que não podem prestar seu serviços de forma remota


3

A tarde desta quarta-feira (10) foi de carreata organizada pelos proprietários de salões de beleza a academias do município de Lajeado. Lojistas também participaram da mobilização em apoio aos empresários que não podem prestar seus serviços de forma remota. Estima-se que cerca de 150 veículos participaram da carreata que saiu da frente da sede do Grupo Independente, e seguiu pelas avenidas Senador Alberto Pasqualini, Benjamin Constant e Rua Júlio de Castilhos.

A maioria dos automóveis estavam decorados com balões pretos, e cartazes com a frase ‘área da beleza #todotrabalhoéessencial’. Um carro de som com o hino do Rio Grande do Sul acompanhou o grupo de manifestantes durante todo o trajeto.

”Esperamos que o prefeito nos olhe”

Mesmo não sendo da área da beleza, o proprietário de um bazar em Lajeado, Antonio Roque Ribeiro, participou da carreata. Ele diz que espera um olhar dos governantes municipais. “Estamos muito descontentes porque outras coisas estão abertas, e nossas contas estão aí. Fizemos essa carreata e esperamos que o prefeito nos olhe. Quem aluga os estabelecimentos, não espera. Se pudéssemos atender na porta, não resolveria o problema, mas iriamos conseguir trabalhar”, reflete.

“Estamos lutando pela liberdade de trabalho”

Dener Roberto Gomes Rodrigues é proprietário de uma barbearia e foi um dos organizadores da carreata, juntamente com o Sindicato Sindicato dos Salões de Barbeiros, Cabeleireiros, Institutos de Beleza e Similares do Vale do Taquari (Sindicabes). Ele fala que a manifestação foi um sucesso. “A carreata representou todo o povo de Lajeado que esta insatisfeito com o governo estadual e suas medidas. As contas estão lá, de igual para igual. Queremos o direito de poder ganhar nosso ordenado para honrar nossas contas e deveres”, declara.

Dener comenta que os empresários perderam sua liberdade de trabalhar. “Até hoje não ouvi falar de nenhum político ou servidor público que abriu mão de seus salários, ao contrário de nós que temos que abrir mão do nosso. Nossos direitos foram retirados. Estamos lutando pela liberdade de trabalho. Estamos sendo perseguidos e multados”, desabafa.

“Está batendo o desespero na nossa área”

A vice-presidente do Sindicabes Isolete Hünemeier, destaca que muitos profissionais da beleza trabalham durante o dia para comer a noite, e estão desesperados. “Como autônomos, a gente só recebe trabalhando. Está batendo o desespero na nossa área. Já foi um ano sofrido por não ter mais festas, e tivemos que nos reinventar de outras formas”, ressalta.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

 

Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

 


3 Comentários

  1. PARABÉNS PELA INICIATIVA.

    ESTÁ DESESPERADOR PARA TODOS MENOS PARA O PESSOAL ESTATAL QUE MULTA E COBRA BUROCRACIA.

    GOVERNO DO RGS DEIXA DESEJAR, SÓ GRANA PINGANDO NO BOLSO DELES.

  2. Falta de sensibilidade e empatia zero pelas vítimas da COVID. Só carrão, só gente que não precisou de um leito no HBB ou na UPA. Essa mesma gente que sai com balões pretos, aos brandos em um dia ensolarado, é a mesma que estará sem vaga na UTI. Enquanto uns estão linha de frente salvando vidas, outros estão na rua arregimentando vítimas. É vergonhoso, nojento e repugnante assistir a banalização da vida. A beleza nunca esteve tão parecida com a morte!

  3. Eles não tem culpa, a culpa é do presidente que não fez um Lockdown completo por duas semanas no ano passado. Agora infelizmente temos que fechar tudo por duas semanas ou a terceira onda chegará. Segundo o presidente tem coisa mais importante do que a vida, eu penso diferente….

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui