Quais são os bastidores de um grande evento?

Um grande evento precisa de bastante atenção para inúmeros detalhes. Três deles estão entre os principais: metodologia, conteúdo e condutores


0
Thiago Nigro falou sobre desenvolvimento pessoal na SegHill (Foto: Nícolas Horn)

Em 2017 decidimos promover um evento à altura da Fundação Napoleon Hill e do MasterMind. A ideia surgiu depois de sermos provocados por assíduos frequentadores de eventos para empreendedores, que afirmavam que tínhamos a filosofia que mais influenciou líderes e empreendedores no mundo, porém muitas pessoas não a conheciam. Decidimos fazê-lo. Um grande evento precisa de bastante atenção para inúmeros detalhes. Três deles estão entre os principais: metodologia, conteúdo e condutores.

Chegamos, então, a um evento híbrido, mesclando treinamento (o que é nossa especialidade) com grandes palestrantes apaixonados por Napoleon Hill, alguns deles com renome mundial. Foi um sucesso. Já na primeira edição, as pessoas saíram apaixonadas, afirmando que foi o melhor evento empresarial do qual já participaram. Hoje, estamos celebrando os resultados da quarta edição do SegHill®, mesmo após 2 anos de pandemia.

A quarta edição, ocorrida no final de semana que passou, contou com mais de 600 participantes. Os desafios são gigantes, desde a comercialização dos ingressos até o pós-venda. Ainda não encontramos a melhor maneira de expressar previamente o que as pessoas viverão nos três dias de evento. “O evento é muito melhor do que as pessoas conseguem imaginar”, afirmou um profissional que trabalhou na área comercial.

São muitas as variáveis que interferem nessa parte, mas sabemos que o evento é um sucesso e impressiona as pessoas que participam. Quando falamos sobre Napoleon Hill, as grandes lideranças empresariais o conhecem e seguem essa filosofia. Isso facilita muito a adesão por parte dos palestrantes. A parte que eu mais amo é com o método. Ele é conduzido para que as pessoas consigam encontrar as respostas e as ferramentas necessárias para que elas possam gerar grandes resultados em suas vidas.

Já ouvi diversos testemunhos, desde de uma pessoa que, depois de 18 anos, voltou a conversar com seu pai, até pessoas que colocaram em prática antigos sonhos que há anos estavam guardados na gaveta. É esse o meu maior combustível. Transformar a vida das pessoas. Quando encerra o evento, sempre fico com a sensação de missão cumprida, afinal, se quisermos construir um mundo melhor, precisamos de pessoas melhores. É para isso que o SegHill existe. Espero encontrá-lo na quinta edição. Forte abraço e até a vitória, sempre.

Gustavo Bozetti (@gustavobozetti), diretor da Fundação Napoleon Hill e MasterMind RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui