“Quando grupo político se mantém por 16 anos, é natural que haja desgaste”, diz prefeito eleito de Imigrante

“Quando você faz uma diferença de praticamente dois por um, a responsabilidade é ainda maior”, ressalta Germano Stevens (MDB).


0
Germano Stevens, atualmente, é diretor-geral da União Nacional dos Legisladores Estaduais (Foto: Rodrigo Gallas)

O prefeito eleito de Imigrante, Germano Stevens (MDB), se reuniu nesta sexta-feira (20) com o atual chefe do Executivo do município, Celso Kaplan, para dar iniciar a transição da administração municipal. O futuro gestor viaja para Brasília no final de semana para reorganizar suas atividades. Stevens, atualmente, é diretor-geral da União Nacional dos Legisladores Estaduais (Unale).


ouça a entrevista

 


 

O emedebista diz era seu sonho ser prefeito de Imigrante. Para ele, a vitória da oposição nas urnas no último domingo (15) se deve ao desgaste com atual grupo político. Stevens obteve 1.540 votos (66,12%), contra 789 votos (33,88%) de Luis Carlos Demari, do PP. “É óbvio que, quando um grupo político se mantém por 16 anos no poder, é natural que haja um desgaste”, analisa.

Para ele, a comunidade queria renovação e mudança, com novas pessoas e novas ideias na prefeitura. Stevens ressalta o ideal de humanizar o atendimento. “Eu quero alegria no atendimento”.

Segundo Stevens, o seu projeto de governo foi construído com líderes políticos e pessoas da comunidade. “Quando você faz uma diferença de praticamente dois por um, a responsabilidade é ainda maior”, ressalta ele, sobre o reconhecimento da população.
O futuro prefeito diz que quer manter as coisas boas e reorganizar a administração, com renovação e novo ritmo à gestão pública em Imigrante.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui