Quantidade de passageiros menor leva Expresso Azul a rodar metade da quilometragem projetada por dia

“Todas as linhas estão sendo atendidas, com menos quantidade de horários", afirma diretor da empresa.


0
Foto: Jonas de Siqueira

A Expresso Azul começou a operação do transporte coletivo urbano de Lajeado em 22 de junho. Pouco mais de três meses após, o diretor da empresa, Pedro Guarnieri, avalia os primeiros passos da concessionária. Conforme ele, tem sido um período “bastante difícil”.


ouça a entrevista

 


A Expresso Azul iniciou a operação com apenas entre 17% e 18% da capacidade prevista de passageiros, com base em uma estimativa elaborada pela Prefeitura de Lajeado, constante no edital de concessão. Atualmente, o quadro arrefeceu, e a circulação se aproxima da casa de 30% de usuários previstos por dia.

A concessionária estima que a situação melhore com a estabilização da pandemia e retomada das aulas. Com a situação atual, a empresa a roda 50% da quilometragem estimada por mês. A Expresso Azul tem mais de 50 itinerários em Lajeado.

“Estamos, hoje, com 2,7 mil quilômetros por dia rodando e 2,7 mil passageiros pagantes por dia, quando o normal seriam 7 mil passageiros/dia”, explica Guarnieri. “Todas as linhas estão sendo atendidas, com menos quantidade de horários. A quantidade é menor, e ela está numa crescente à medida que o movimento está crescendo também”, detalha.

Sobre o transporte de passageiros em meio à pandemia, Pedro Guarnieri diz que a concessionária adota medidas de segurança sanitária, como a disponibilização do álcool em gel, e distanciamento dentro dos coletivos. O gestor elogia o sistema de arrefecimento e de ar-condicionado os coletivos da Expresso Azul. Conforme ele, são “bastante eficientes” pois é captado o ar externo, refrigerado e injetado no interior do veículo. “Tem rotação contínua, que renova o ar a cada momento”, destaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui