Quarta-feira com 145 óbitos e 4.934 novos casos de Covid no RS

Até às 17h desta quarta, 86,4% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

O Rio Grande do Sul registra nesta quarta-feira (23) 145 óbitos e 4.934 novos de Covid. Agora, o Estado chega a um total de 1.193.849 casos confirmados. Desses, 1.143.627 são considerados recuperados (95,7%); 19.384 casos ativos (1,6%); e 30.749 morreram em decorrência do coronavírus (2,5%).

Leitos

Às 17h desta quarta-feira (23), 86,4% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 2.933 pacientes para 3.396 leitos disponíveis.

Vacinação

Rio Grande do Sul já tem 4.334.986 de pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o que representa 37,9% dos 11.422.973 habitantes gaúchos. Desses, 1.746.968 (15,1%) já receberam a segunda dose.

Brasil

Conforme informações do site G1, no dia em que supera 18 milhões de casos de Covid, o Brasil vê sua média móvel de diagnósticos, em 73.255 por dia, novamente bater sua pior alta desde março (+26% no comparativo com 14 dias atrás). Isso significa que o contágio está aumentando e volta a se aproximar do pior ritmo já visto.

Nesta segunda-feira (22), o país anotou 2.080 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 504.897 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.962 –voltando a ficar abaixo de 2 mil após 6 dias. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +14% e indica tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes do vírus.

Voltamos à faixa estável após 5 dias apontando alta nas mortes. O patamar elevadíssimo em que isso ocorre, no entanto, ainda está longe de permitir grandes comemorações.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta terça. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui