Queiroga critica estados por aplicar vacinas em jovens sem autorização da Anvisa

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
Foto: Tony Winston/MS

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quinta-feira (16) que a recomendação pela suspensão da vacinação contra covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades se deve pela notificação de casos de eventos adversos em jovens que receberam imunizantes que não foram o da Pfizer. O Ministério da Saúde recomendou a suspensão da vacinação contra covid-19 de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades no país, em nota técnica publicada nesta quarta-feira (15). Passa a ser recomendada a vacinação nesta faixa etária somente em adolescentes que apresentem deficiência permanente, comorbidades ou que estejam privados de liberdade. Segundo o ministro, a vacinação deste público foi ‘intempestiva’ e. dos 3,5 milhões de adolescentes imunizados no país, milhares receberam doses de imunizantes que não são recomendados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para este público. Segundo a pasta, mais de 1.500 teriam sofrido eventos adversos, a maioria leves. Levantamento do Ministério da Saúde em todos os estados e no Distrito Federal mostrou que somente na primeira dose, o total de adolescentes de 12 a 17 anos que receberam doses de AstraZeneca foi de 8.524, 12.606 receberam Coronavac e 806 tomaram a vacina da Janssen, enquanto 3.497.268 tomaram a vacina da Pfizer. Fonte: CNN

Lajeado suspende vacinação contra a covid-19 para adolescentes sem comorbidades

A prefeitura de Lajeado resolveu suspender a vacinação contra a covid-19 para adolescentes sem comorbidades maiores de 17 anos. A informação foi dada por volta de 16h desta quinta-feira (16). A imunização estava ocorrendo desde às 8h nos Postos de Saúde do Centro, São Cristóvão e Montanha. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou em coletiva na tarde desta quinta-feira (16) que o governo federal decidiu suspender a recomendação de vacinar irrestritamente adolescentes entre 12 e 17 anos. A orientação do Ministério é que só sejam vacinadas pessoas nessa faixa etária com deficiências permanentes, comorbidades ou privadas de liberdade. Em 2 de setembro, o Ministério havia publicado uma nota recomendando a vacinação de todo o público.

RS registra 16 óbitos e 911 novos casos de covid nesta quinta-feira

O Rio Grande do Sul registra nesta quinta-feira (16), 16 óbitos e 911 novos casos de covid. Agora, o Estado chega a um total de 1.422.000 casos confirmados. Desses, 1.384.683 são considerados recuperados (97,3%); em acompanhamento, 2.670 casos ativos (0,1%); e 34.554 morreram em decorrência do coronavírus (2,4%). Às 16h30 desta quinta-feira (16), 57,3% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 1.891 pacientes para 3.301 leitos disponíveis. RC

Correios fazem leilão de 61 mil objetos; lotes variam entre R$ 1.300 e R$ 85 mil

Os Correios começaram a divulgar o conteúdo dos lotes que estarão disponíveis no leilão de refugos marcado para o dia 27. De acordo com a empresa, os 61 mil objetos foram classificados por “família de itens”, ou seja, por similaridade de uso. A empresa informa que haverá lotes disponíveis de diversas categorias, desde vestuário, com camisas, calças, casacos, vestidos, roupas íntimas e calçados em geral até jóias e bijuterias em geral. Também estarão disponíveis lotes de alto valor, com itens eletrônicos cobiçados, como computadores, placas de vídeo, videogames e sistemas de câmera para segurança. Fonte: Agência Brasil

Lisandro Amaral será a atração desta noite de quinta-feira no Acampamento Farroupilha de Lajeado

O Acampamento Farroupilha, que integra a 3ª Semana Farroupilha de Lajeado, segue com sua programação no Parque Professor Theobaldo Dick até a próxima segunda-feira (20), feriado Farroupilha. Nesta quinta-feira (16), às 20h, ocorre o show de Lisandro Amaral. Além das várias atrações que serão apresentadas até segunda no Parque dos Dick, ocorrem outras programações de forma paralela. O evento, realizado pela Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em parceria com a Associação Municipal da Tradição Gaúcha (AMTG). Durante todo o evento, o Grupo Independente realiza transmissões direto do Acampamento Farroupilha. Saiba mais no site independente.com.br

Fiocruz entrega 2,1 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) entrega nesta quinta-feira (16) 2,1 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). Parte dessas doses, 100 mil imunizantes, ficará no Rio de Janeiro, e o restante seguirá para o Ministério da Saúde, em Brasília (DF). É a segunda remessa entregue esta semana. A primeira ocorreu na terça-feira (14) e contou com 1,7 milhão de doses. Desde o dia 27 de agosto não havia entrega de vacinas por parte da instituição. Esse intervalo ocorreu porque os lotes mensais referente a agosto do IFA (ingrediente farmacêutico ativo), importado para a fabricação da vacina, só chegaram nos dias 25 e 30. Como o processo de fabricação e controle de qualidade das doses demora cerca de 21 dias, a liberação só ocorreu esta semana. Com a nova remessa, a Fiocruz contabiliza a entrega de 95,8 milhões de doses ao Ministério da Saúde, sendo 91,8 milhões produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) e 4 milhões importadas do Instituto Serum, na Índia. Uma nova entrega está prevista para esta sexta-feira (17). A Bio-Manguinhos também alcançou a marca de 100 milhões de doses produzidas no último fim de semana. Fonte: O Sul

A partir de hoje, Denatran passa a ser Secretaria Nacional de Trânsito

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) passa, a partir de hoje (16), a ser Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), conforme o Decreto n º 10.788, publicado no Diário Oficial da União do dia 8. A secretaria será composta pelos departamentos de Gestão Política de Trânsito; de Segurança no Trânsito e de Regulação e Fiscalização. A expectativa é de que a mudança resulte em mais autonomia e agilidade aos gestores públicos no planejamento e nas decisões adotadas para o setor, de forma a tornar o trânsito mais eficiente e seguro no país. O órgão tem como objetivo principal “fiscalizar e fazer cumprir a legislação de trânsito e a execução das normas e diretrizes estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran)”. Fonte: Governo RS

Itália vai exigir passaporte de covid de todos os trabalhadores

O governo italiano editou um decreto que obriga todos os trabalhadores, tanto do setor público quanto do privado, a apresentarem o “passaporte covid-19” para comprovar que estão vacinados ou que tiveram a doença ou fizeram teste negativo recentemente. A medida entra em vigor em meados de outubro. “O governo está pronto para introduzir o passaporte sanitário (…). Estamos preparando uma medida obrigatória para o setor público e privado”, declarou a ministra de Assuntos Regionais, Mariastella Gelmini, à emissora pública RaiRadio1. A partir de 15 de outubro, o chamado “passaporte verde” será obrigatório em todos os locais de trabalho, informou a imprensa italiana, acrescentando que aposentados, donas de casa e desempregados estarão isentos.

O objetivo da medida é aumentar a taxa de vacinados antes do início do inverno e evitar a propagação da doença. Hoje, quase 75% da população acima dos 12 anos de idade está vacinada, o equivalente a 40,46 milhões de pessoas. “A vacina é nossa única arma contra a covid”, destacou Mariastella Gelmini. A Itália foi o primeiro país da Europa afetado pela pandemia, que causou a morte de 130 mil pessoas nesse país, além de gerar em 2020 a recessão econômica mais grave do Pós-Guerra. A decisão de generalizar o passaporte sanitário é resultado de muitas discussões entre o governo, os partidos políticos que integram a coalizão no poder e os interlocutores sociais, sindicatos e empresários. Não ter o passaporte sanitário será severamente castigado, mas não chegará à demissão: uma multa de entre 400 a 1.000 euros poderá ser imposta para aqueles que não cumprirem a norma, informa o jornal “Corriere della Sera”.

Após cinco dias de ausência injustificada pela falta de passaporte sanitário, a pessoa pode ficar com o trabalho e o salário suspensos. O governo também discute se deve submeter a testes as pessoas não vacinadas para obterem o passaporte sanitário. Os sindicatos pedemque o Estado pague por eles, enquanto o governo teme que, com essa possibilidade, a ideia de se vacinar seja desestimulada. A Itália não é o primeiro país europeu a adotar essa medida. Na Grécia, desde 13 de setembro, os funcionários dos setores público e privado que não se vacinaram devem fazer testes pagos por eles mesmos uma ou duas vezes por semana, dependendo da profissão. Na Itália, o passaporte sanitário é obrigatório nos lugares públicos, assim como em cafeterias, restaurantes, museus, cinemas, teatros, trens, ônibus, metrô e táxis. Fonte: O Sul

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui