Quem é Pedro Castillo, eleito o ‘primeiro presidente pobre’ do Peru

"Não mais pobres em um país rico", repetiu como lema de campanha o candidato do Peru Livre


0
O novo presidente do Peru, Pedro Castillo (Peru Livre), em discurso para apoiadores em Lima (Foto: Sebastian Castañeda/Reuters)

Pedro Castillo, um professor de escola rural que saiu do anonimato há quatro anos como líder de uma greve do magistério, foi proclamado ontem como o novo presidente eleito do Peru, o primeiro sem parentesco com a elite política, econômica ou cultural.

“Não mais pobres em um país rico”, repetiu como lema de campanha o candidato do Peru Livre, partido minoritário que se define como marxista-leninista e que superou por estreita margem Keiko Fujimori, filha do ex-presidente preso Alberto Fujimori (1990-2000), ao conquistar com mensagens simples o sentimento de indignação de milhões de peruanos.

Castillo nasceu em Puña, povoado do distrito de Chota, região de Cajamarca, onde é professor em uma escola rural há 24 anos. É o terceiro de nove irmãos e seus pais são camponeses analfabetos. Aos 51 anos, ele é “o primeiro presidente pobre do Peru”, como definiu à AFP o analista Hugo Otero.

Casado com Lilia Padedes, Castillo tem três filhos, um deles adotado. Sua mulher é evangélica, mas ele é católico. Sua mistura de moral conservadora e reivindicações sociais por mudanças se adaptou bem a um país onde a religião costuma ser um fator eleitoral.

Castillo costuma citar passagens bíblicas quando apela à sua moral conservadora para justificar sua rejeição ao aborto, ao casamento homossexual e à eutanásia. “Estamos orgulhosos por meu irmão ter chegado tão longe sendo um homem humilde”, disse à AFP Amelia, 34, irmã do presidente eleito.

Junto à sua casa de dois andares no vilarejo de Chugur, Castillo possui uma chácara de um hectare onde a família cultiva milho, batata-doce, hortaliças e cria galinhas e vacas. Com um chapéu branco típico de Cajamarca, ele percorreu as regiões do Peru, até a cavalo, para obter votos.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui