Quem quer governar o RS?

"Não percebo entusiasmo entre os possíveis candidatos"


0
Foto: Divulgação / Governo do Estado

É impressão minha ou realmente não temos muitos candidatos dispostos a governar o Rio Grande do Sul? Em outras épocas, neste período, os nomes pipocavam fortemente no meio dos gaúchos. Hoje, este movimento é tímido.

Com o atual governador Eduardo Leite (PSDB) fora da disputa o caminho fica aberto para vaga ao Piratini. Da base aliada, surge o nome do atual vice, Delegado Ranolfo, mas sem grande empolgação. Nem partido definido ele tem para migrar, já que está brigado com a cúpula nacional do PTB.

No MDB, deputado federal Alceu Moreira ensaiou uma pré-candidatura. Não teve respaldo. Agora o partido tenta trabalhar o nome de Gabriel Souza, atual presidente da Assembleia, mas sem base no interior e por isso com dificuldades para angariar simpatizantes.

O ministro Onyx Lorenzoni (Democratas) surfa na onda bolsonarista no Estado. E com prestígio. Mas será que isto lhe basta para conquistar o cargo? Valeria a pena abrir mão de uma reeleição de deputado federal.

Na mesma onda está o senador Luís Carlos Heinze, do Progressistas, partido de maior base no interior. Tem garantido mais quatro anos no Senado e por isso deve consolidar seu nome na disputa. Resta saber se os progressistas irão mesmo abraçar a campanha .

O PDT tem Romildo Bolzan como pré-candidato. A fase ruim do Grêmio deixa o presidente do clube em baixa também na política e talvez ele nem concorra. Pode ir ao Senado.

Outros partidos esquerdistas enfrentam uma crise de nomes fortes. O PSB lançou Beto Albuquerque como candidato. O PT deve apresentar Edgar Pretto, com pouca expressão. O PSOL deve ir de Roberto Robaina, eterno candidato. E outras siglas menores sabem que sozinhas não alcançam sucesso.

E não fugirá muito do que estão nos apresentando. Que outros nomes poderiam surgir na disputa? Tenho impressão que o tão cobiçado cargo de governador do Rio Grande do Sul já não é mais um sonho.


Sphor comanda o MDB
Na última segunda-feira, filiados do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), escolheram por indicação o vereador Eder Sphor, como novo presidente em Lajeado. Ele substituirá Ricardo Giovanella. Eder é vereador de segundo mandato e poderá ter seu nome indicado a prefeito ou vice na próxima eleição.

Foto: Arquivo Pessoal

Novo projeto
Neste sábado, 18 de setembro, estreia a primeira temporada do #GenteQueProduz, um programa que conta a história de quem trabalha e faz o Rio Grande do Sul acontecer. No interior, no campo, na agroindústria. A iniciativa é do assessor parlamentar Douglas Sandri. Os episódios irão ao ar todo o sábado, às 8h, no canal do YouTube de Sandri – YouTube.com/douglasandri.

Foto: Divulgação

Cortesia
O diretor-executivo da Cacis de Estrela, Paulo Ricardo Finck, recebeu a visita do coordenador do FGTAS/SINE de Estrela, Lairton Hauschild. Dentre os diversos assuntos, a aproximação entre as entidades, visando o desenvolvimento econômico de Estrela e a geração de empregos. Lairton foi prefeito de Cruzeiro do Sul e esperava compor a equipe do prefeito Dullius. Como não foi chamado, optou por assumir um cargo no governo estadual.

Foto: Arquivo Pessoal

Fabiano Conte traz em sua coluna os bastidores da política e as notícias quentes da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui