Recorde histórico de apreensões de drogas marca o Balanço 2021 da PRF no RS

Também houve aumento na quantidade de veículos recuperados, de agrotóxicos e armas apreendidas


0
Foto: PRF / Divulgação

As operações de combate ao crime da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante o ano de 2021, obtiveram resultados positivos contra o crime. Foram interceptadas cargas que gerariam um lucro de mais de R$ 500 milhões para as organizações criminosas. Foram 31 toneladas de drogas, quase 200 armas de fogo, mais de 4 milhões de maços de cigarros e quase 16 toneladas de agrotóxicos apreendidos, além de 465 veículos recuperados e 3.290 pessoas presas.

Drogas

A PRF fecha o balanço de 2021 com seu recorde histórico de apreensão de drogas, superando em quase uma tonelada a marca anterior atingida em 2020. Com destaque para maconha e cocaína, na média foram quase 90 kg dessas substâncias retiradas de circulação por dia.

Contrabando

As apreensões de cigarros e de agrotóxicos contrabandeados também tiveram destaque. Em 2021, a PRF impediu o comércio de mais de 4 milhões de maços de cigarros ilegais e de quase 16 toneladas de agrotóxicos contrabandeados foram introduzidos ilegalmente em solo gaúcho.

Armas e veículos

Houve aumento de 7% na apreensão de armas de fogo e de 40% na de veículos, que, se roubados ou furtados, foram devolvidos aos donos, e se utilizados para cometer crimes, ficaram à disposição da justiça, sendo muitos deles destinados ao uso por órgãos de segurança pública.

Descapitalização do crime organizado

Considerando apenas as principais drogas, cigarros e agrotóxicos, as ações focadas em criminalidade fizeram com que o crime organizado deixasse de lucrar mais de meio bilhão de reais. Além disso foram retirados o equivalente a 7 milhões de reais em dinheiro sem procedência sendo transportado. CC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui