Recuperado de tiro acidental dentro do gabinete, prefeito dá detalhes de como foi o momento do disparo

Marcos Scorsatto, de Itapuca, estava limpando a sua pistola dentro da prefeitura quando a arma disparou


0
Marcos José Scorsatto, prefeito de Itapuca (Foto: Prefeitura de Itapuca / Divulgação)

O prefeito de Itapuca, Marcos Scorsatto, deu detalhes do que, segundo ele, ocorreu dentro de seu gabinete quando um disparo acidental com sua arma o atingiu. A situação ocorreu em 9 de abril, por volta das 15h30. Scorsatto estava limpando a arma quando houve o disparo. O tiro perfurou o pulmão do prefeito, que ficou internado no Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, por 11 dias.


ouça a entrevista

 


Recuperado, ele retornou às atividades no Executivo municipal há cerca de um mês. Já à presidência do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Taquari (Consisa-VT) Scorsatto voltou na última sexta-feira (11). “Graças a Deus não me trouxe problemas mais sérios”, comemora. “Hoje não tenho mais nenhuma sequela em relação aquilo”, destaca.

Scorsatto diz que tem registro de porte e posse de armas há alguns anos. O prefeito confessa que não utiliza a arma habitualmente, e que, um dia antes do fato, foi até uma propriedade no interior e levou a arma na mochila. No local ele praticou alguns tiros, e uma bala ficou dentro da pistola, engatilhada.

Na tarde de sexta em que ocorreu o acidente, o prefeito estava com a porta do gabinete fechada. Segundo ele, é uma prática comum quando está concentrado em algo como elaborar um projeto. Scorsatto recorda que sentou-se numa poltrona para limpar a pistola 380 e descarregar a munição do pente.

Quando seu irmão e secretário de Saúde, Flávio Scorsatto, bateu à porta, ele levantou com a arma na mão, momento em que ela teria disparado, segundo seu relato.

“Todo cuidado sempre é necessário. Inclusive eu mesmo sei todos os cuidados que tem que ter com essas armas”, garante o gestor municipal. Em função de problemas, ‘cabeça cheia’ e descuido, “tu acaba ficando desatento de certos fatos”, reconhece, ao falar sobre o momento do disparo.

Saiba mais:

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui