Recuperado, Johnson retoma comando da gestão contra Covid-19 sob pressão

Johnson advertiu, porém, para o "risco de um segundo pico" da epidemia, caso as medidas sejam flexibilizadas de maneira muito rápida, ou brusca. Ele pediu ao país para "conter a impaciência".


0
Foto: Andrew Parsons / AFP / CP

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, recuperado da Covid-19, retomou nesta segunda-feira (27) o comando do governo e da controversa gestão do combate à pandemia de coronavírus, com a declaração de que o país “começou a inverter a tendência”, mas deve prosseguir com o confinamento.

Johnson advertiu, porém, para o “risco de um segundo pico” da epidemia, caso as medidas sejam flexibilizadas de maneira muito rápida, ou brusca. Ele pediu ao país para “conter a impaciência”.

No momento, afirmou que não está em condições de especificar “com que rapidez, ou lentidão, ou mesmo quando” serão suspensas as medidas de confinamento impostas em 23 de março e que devem prosseguir até pelo menos 7 de maio.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui