Rede de Saúde Divina Providência assume Hospital Estrela

Contrato foi assinado na manhã desta quarta-feira.


0
Foto: Luís Fernando Wagner

Solenidade na manhã desta quarta-feira (14), marcou a assinatura do contrato que repassa a administração do Hospital de Estrela para a Rede de Saúde Divina Providência. Na presença de representantes da atual gestão, as Irmãs Franciscanas, Congregação Divina Providência e autoridades, o ato desenvolveu-se na auditório da casa de saúde, em Estrela.


Ouça a reportagem

 


Depois de 21 anos dirigindo o hospital, a irmã Terezia Steffen explica os motivos pelos quais as Irmãs Franciscanas resolveram repassar a gestão. “Este era o único hospital que a nossa congregação ainda administrava. Temos que administrar sozinhas, adquirir equipamentos e fazer compras básicas sozinhas, o que torna tudo mais caro. Também vivemos  um tempo difícil, sofrendo com a falta de repasses de recursos dos governos Estadual e Federal. Cabe ressaltar que essa decisão não foi minha, mas do grupo de Irmãs que conduz as ações da congregação Franciscana”, ressalta.

A religiosa antecipa que ficará na no hospital até o fim do ano, e sem dar detalhes, afirma que assumirá uma “nova missão”. “As Irmãs Franciscanas caracterizam-se por estar em qualquer lugar do mundo onde há a necessidade da nossa presença. Vou ficar aqui até o fim do ano. Depois vou assumir outra tarefa, fora do Vale do Taquari, mas não vou sair do Rio Grande do Sul”, informa.

No lugar da irmã Franciscana, a gestão do Hospital Estrela será entregue ao Diretor de Operações em Saúde da Congregação Divina Providência, Clóvis Soares. “Comando toda a rede de hospitais que a rede administra e, consequentemente, irei dirigir o Hospital Estrela também. Mas já temos a ideia de uma equipe administrativa que trabalhará em conjunto. Também vamos fazer uma análise do atual quadro gestor. Entraremos até o fim de dezembro em um período de transição de gestão e assumiremos integralmente no dia 1º de janeiro de 2019”, esclarece Soares.

Sem antecipar possíveis mudanças, o gestor sublinha que o hospital passará a integrar um rede de saúde, o que poderá refletir na eficiência do serviço prestado. “O Hospital Estrela integrará uma rede formada por outras quatro casas de saúde. Isso deve melhorar as condições de investimento,  adquirir insumos e equipamentos”, pondera.

Rede Divina Providência

Fundada em 1956 pelas Irmãs da Divina Providência da Igreja Católica, a rede congrega quatro hospitais (Divina Providência e Independência em Porto Alegre, e dois no Vale do Taquari: São José de Arroio do Meio e Santa Isabel de Progresso), além de inúmeros programas e projetos de assistência social em saúde. A Rede, com mais de dois mil funcionários e 2,4 mil médicos credenciados, realiza, ao ano, em torno de 21 mil cirurgias, 160 mil atendimentos ambulatoriais e 99 mil exames.

Hospital Estrela

O Hospital Estrela foi fundado em 1929, pelas Irmãs Franciscanas. A casa de saúde destaca-se nos serviços de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulta e Neonatal, clínica médica, cirúrgica, pediatria,  obstétrica, saúde mental e Pronto Socorro 24 horas. LF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui