Região de Lajeado recebe décima semana consecutiva de bandeira laranja

Mapa preliminar do Distanciamento Controlado foi divulgado nesta sexta-feira (6), pelo governo do Rio Grande do Sul.


0
Foto: Governo do RS

Pela décima semana consecutiva, a região de Lajeado no programa de Distanciamento Controlado recebeu classificação laranja. O sistema de bandeiras teve o mapa preliminar divulgado na tarde desta sexta-feira (6), pelo governo do Rio Grande do Sul. A média ponderada (nota final) da região de Lajeado nesta semana foi 1,00. Na semana anterior a nota havia sido 0,93. Para ser classificada como bandeira vermelha, a região precisa ficar com a média ponderada mínima de 1,50.

Na semana de 30 de outubro a 5 de novembro, utilizada na 27ª rodada do programa, a região de Lajeado teve 287 casos e duas vítimas. No período anterior, de 22 a 29 de outubro, em que também recebeu bandeira laranja, foram 535 casos e quatro mortes. Os números apontam uma queda de 53,6% nos casos e de 50% nos óbitos.

Leitos de UTI no Vale
Dos 65 leitos de UTI disponíveis no Vale do Taquari, 46 (70,8%) estavam ocupados às 17h desta sexta-feira. Eram 22 pessoas em leitos de UTI geral (47,8%), sem ligação com a Covid-19, 14 com confirmação de coronavírus (30,4%) e 10 com suspeita do vírus (21,7%).
O Hospital Bruno Born, de Lajeado, tem 30 leitos de UTI, sendo 24 ocupados (80%). São 15 pacientes na UTI Adulta não Covid (62,5%), dois suspeitos (8,3%), e sete confirmados (29,2%) na UTI Covid.
O Hospital Estrela, em Estrela, dispõe de 20 leitos de UTI, sendo que 14 estavam ocupados (70%). São dois com confirmação para a doença (14,3%), cinco suspeitos (35,7%); além de sete não Covid (50%).
O Hospital de Caridade São José, de Taquari, tem 10 leitos de UTI, sendo que seis estavam ocupados (60%), sendo três com confirmação de coronavírus (50%), e três suspeitos (50%).
Já o Hospital Beneficente Santa Terezinha, de Encantado, tem cinco leitos de UTI e dois estavam ocupados (40%), sendo dois confirmados para a doença (100%).

Desde 28 de agosto a região de Lajeado tem bandeira laranja no sistema, o que permitiu a retomada e a manutenção das aulas e também dos esportes coletivos amadores. Em 4 de setembro recebeu a classificação vermelha, que acabou sendo revertida com recurso. Para ter os setores liberados é necessário cumprir pelo menos 14 dias em classificação amarela ou laranja.

Ao todo, o Estado avalia 11 critérios para determinar o risco de propagação do vírus, o que acaba refletindo na cor da bandeira: se amarela, laranja, vermelha ou preta. Desde o começo do programa, em maio, nenhuma das 21 regiões do Distanciamento Controlado recebeu a classificação preta, a mais grave no sistema.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui