Região de Lajeado recebe o segundo aviso no sistema 3As

Aviso é a primeira notificação do sistema 3As – que pode ser emitida mais de uma vez conforme avaliação do GT; depois vem o Alerta e, por último a Ação


0
Foto: Reprodução

A região de Lajeado recebeu o segundo aviso dentro do novo sistema de monitoramento da pandemia do coronavírus no Rio Grande do Sul. Além disso, mantém o Alerta de 13 regiões e emitiu o Aviso também para as regiões de Canoas, Guaíba, Novo Hamburgo e Porto Alegre. Em reunião realizada nesta quarta-feira (9), o Gabinete de Crise ainda acatou a recomendação do GT Saúde e emitiu um novo Alerta para a região Covid de Bagé. A região de Bagé terá 48 horas, após a notificação por parte do Estado, para apresentar um plano de Ação.

Quando quando detecta uma tendência, o GT Saúde emite um Aviso para a equipe técnica da região. A partir daí, a região deverá redobrar a atenção para o quadro da pandemia.

O aviso é a primeira notificação do sistema 3As – que pode ser emitida mais de uma vez conforme avaliação do GT; depois vem o Alerta e, por último a Ação, quando a região terá 8 horas para responder sobre o quadro regional da pandemia e apresentar uma proposta de ações a serem tomadas. Se a resposta da região for considerada adequada, a proposta é aplicada imediatamente, e a região segue sendo monitorada pelo GT Saúde. Caso a resposta não seja adequada, o Estado poderá intervir e estipular ações adicionais a serem seguidas.

Segundo o Sistema 3As a região de Lajeado tinha, nesta quinta (10) incidência de novos casos de 184,5 casos confirmados por 100 mil habitantes na última semana, representando um aumento de 11,4% frente à semana anterior. A região também apresentou taxa de mortalidade acumulada na semana de 4,77 óbitos por 100 mil habitantes na última semana, representando um aumento de 41,7% frente à semana anterior. E ao longo da última semana, a região apresentou um aumento de 13,7% internados em leitos clínicos, entre suspeitos e confirmados, o que representa uma variação de 10 pacientes. Com isso, a região possui 83 internados por Covid-19 em leitos clínicos; além de 46 internados por Covid-19 em UTIs e taxa de ocupação de 98,5%, com apenas 1 leito livre.

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui