Região de Lajeado volta para a bandeira laranja após 10 semanas na vermelha

Na prática pouca coisa muda, já que a região possui o modelo de cogestão.


0
Foto: Governo do RS / Divulgação

A região de Lajeado (formada pela maioria dos municípios do Vale do Taquari) voltou a ser classificada como bandeira laranja após 10 semanas seguidas na bandeira vermelha, no Modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Rio Grande do Sul. A informação foi divulgada no fim da tarde desta sexta-feira (5) na 40ª rodagem das bandeiras. Na prática pouca coisa muda, já que a região possui o modelo de cogestão. A diferença mais considerável é quanto alojamento, como hotéis, alimentação e similares que poderão atender em maior capacidade.

Nesta sexta a região recebeu nota 1,00 sendo a quinta melhor nota entre todas as regiões Covid do Estado. Na classificação prévia divulgada no fim da tarde desta sexta-feira 13 regiões estão com alto risco epidemiológico. Conforme a justificativa do Estado, a região de Lajeado teve baixa nos indicadores, queda de 38% em hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias (de 24 casos passou a ter 15) e número de hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias por 100 mil habitantes (de 6,55 passou para 4,09). Mas a maior redução foi registrada no número de óbitos nos últimos sete dias: 64%, de 14 casos passou para cinco.

Desde o dia 15 de dezembro, o governo do Estado retomou a cogestão regional, que havia sido suspensa por 14 dias para permitir a adoção de protocolos de prevenção comuns no Estado e reduzir a contaminação por coronavírus.

O esporte amador voltou a ser permitido na região, desde que sejam respeitados protocolos sanitários. Em Lajeado, bares, restaurantes e similares podem agora fechar às 24h e não mais às 23h, como era o antigo limite.

Números da Covid-19 na semana no Vale do Taquari

Na semana de 29 de janeiro a 04 de fevereiro, utilizada na 40ª rodada do programa, a região de Lajeado teve 743 casos e 4 mortes. No período anterior, de 22 a 28 de janeiro, o Vale do Taquari teve 687 casos e 11 mortes. Os números apontam uma queda de 8,1% e nos casos e redução de 6,3% nos óbitos.

Leitos de UTI

Dos 65 leitos de UTI disponíveis no Vale do Taquari 39 (60%) estavam ocupados às 17h desta quinta-feira (04). Eram 19 pessoas em leitos de UTI geral (48,7%), sem ligação com a Covid-19; 14 com confirmação de coronavírus (35,9%) e seis com suspeita do vírus (15,4%). Na quinta-feira passada (28) eram 46 (70,8%) ocupados. Sendo 26 pessoas em leitos de UTI geral (56,5%), sem ligação com a Covid-19; 17 com confirmação de coronavírus (37%) e três com suspeita do vírus (6,5%).

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui