Renato cita América-MG para alertar sobre as dificuldades que o Grêmio terá no Paraguai

Técnico revelou que optou por colocar maioria de titulares contra o Corinthians pelo tempo maior de recuperação.


0

O Grêmio enfrenta na próxima quinta-feira o Guaraní, no Paraguai, no primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores e o técnico Renato Portaluppi prega respeito máximo ao clube que ocupa a nona colocação no campeonato nacional. O treinador do Tricolor usou o exemplo do América-MG, do técnico Lisca, que desclassificou o Corinthians e o Inter da Copa do Brasil para destacar que não existe “páreo corrido”.

“É um jogo difícil, pois é Libertadores e todo mundo sonha alto. O Guaraní não chegou nas oitavas sem méritos. Então, tem todo o nosso respeito, independente do que vem ocorrendo no Campeonato Paraguaio. Eles vão virar a chave e vão se concentrar no jogo de quinta-feira. Não tem mais bobo no futebol. Vocês já deveriam saber disso, né? O América-MG está aí. Tirou dois gigantes da Copa do Brasil. Um time da Série B. Vamos encontrar dificuldades, mas estou tranquilo, pois eu sei que o grupo está muito bem”, destacou Portaluppi.

O Guaraní fez sete jogos no Clausura do Campeonato Paraguaio e venceu duas partidas, empatou duas e perdeu três, marcando cinco gols e sofrendo cinco. No último sábado, o adversário gremista foi superado pelo líder da competição, o 12 de Octubre, fora de casa.

Como o jogo ocorre na quinta-feira, o técnico Renato Portaluppi optou por colocar em campo o que tinha de melhor contra o Corinthians, que terminou no empate em 0 a 0, no Itaquerão, e explicou os motivos de mudar a estratégia que fez o Grêmio ser campeão da América em 2017 (poupando na véspera das partidas decisivas).

“O problema é agradar vocês (imprensa). Se coloco o time reserva é porque colocou o reserva. Quando é o principal é porque não poupou. Sou pago para isso. O mais importante de tudo são os resultados que a gente vem obtendo. A decisão de colocar todo mundo que pudesse jogar foi na sexta-feira. O Grêmio não coloca um time em campo dependendo dos outros resultados. A decisão foi tomada porque jogamos hoje (no domingo) e o próximo jogo é na quinta-feira, então, tem tempo para recuperar”, ressaltou.

Alisson e Maicon estão fora da partida. O Grêmio treina nesta segunda-feira e na terça-feira viaja para Assunção, no Paraguai. O jogo está marcado para quinta-feira, às 21h30, no estádio Defensor del Chaco. A partida de volta ocorre no dia 3, no mesmo horário, na Arena.

Pelo Brasileiro, o próximo compromisso é contra o Goiás, no dia 30, às 18h, em casa, em jogo da 6ª rodada. O confronto contra o Flamengo, pela 23ª rodada, foi adiado e ainda não tem uma data definida pela Confederação Brasileira de Futebol. Na competição, o Tricolor é oitavo colocado, com um jogo a menos, e tem 34 pontos, cinco a menos que o líder Atlético-MG.

Fonte: Correio do Povo


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui