Renato revela reunião com direção do Grêmio, ganha respaldo e cita diferença para 2021: “Estou aqui”

Técnico dá entrevista forte, indica que teria conversa sobre futuro e diz que torcedor pode acreditar que cenário será diferente de 2021, quando Grêmio foi rebaixado


0
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

A possibilidade de deixar a zona de rebaixamento passou longe do Grêmio. Na tarde gelada de Caxias do Sul, o Tricolor foi presa fácil para o Juventude e acabou derrotado por 3 a 0, no Alfredo Jaconi. O técnico Renato Portaluppi revelou uma reunião ainda no vestiário com a diretoria, indicou que poderia ter uma conversa sobre saída, mas ganhou respaldo dos dirigentes.

Apesar do novo revés, Renato minimizou o momento vivido e demonstrou confiança em que a situação será revertida “com tranquilidade”. E ainda afirmou que o torcedor pode acreditar em um futuro diferente do que ocorreu em 2021, quando o Tricolor foi rebaixado, porque está no comando.

“Sempre vai haver cobranças. A gente conversa aqui. Hoje, quando terminei o jogo, me reuni com presidente, executivo e vice. Fui ter uma conversa com eles e eles me interromperam. Disseram: “essa conversa não vai haver. Vamos seguir trabalhando, a gente confia no teu trabalho e no nosso grupo”. Renato Portaluppi
– Não quero falar de 2021. Quando eu fui embora do Grêmio, falei que ia acontecer isso (rebaixamento). Porque eu estou aqui. Tenho a palavra do presidente, do vice e do executivo e tenho a confiança no meu grupo. Eu confio no meu grupo até a morte. Estou botando a minha cara para bater que o Grêmio vai sair dessa situação – arrematou.

O novo tropeço fez com que o Tricolor acumulasse uma sequência negativa. Nos últimos 30 pontos disputados no Brasileiro, os comandados de Renato somaram apenas cinco e estão na penúltima colocação com 11 pontos. Mesmo com esse cenário adverso, o treinador mantém a confiança na retomada.

– Sabemos que precisamos melhorar na tabela. Muita gente pode achar que lá vem ele com o discurso de novo. Mas o Grêmio está uma vitória praticamente de sairmos dessa situação, dando o rebaixamento e ainda nós temos dois jogos a menos. A gente precisa falar pouco e trabalhar bastante. Continuar o trabalho. Eu sei que o torcedor está bravo, eu sei que o torcedor está triste, nós também. Essa fase vai passar sem dúvida alguma. E tem que passar o mais rápido possível – afirmou o técnico.

– Eu continuo falando para vocês, continuo falando principalmente para o nosso torcedor, que o Grêmio vai sair dessa situação fácil. Até porque não é nada desesperador, o Grêmio está praticamente a uma vitória saindo da zona ao rebaixamento e o Grêmio tem jogos a menos – completou.

A delegação do clube gaúcho retorna a Porto Alegre na noite deste domingo. Na próxima quarta-feira, a equipe enfrenta o Cruzeiro, no Centenário, em Caxias do Sul. Fonte: GE

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui