Renovação, representatividade e união regional: conheça os objetivos da nova presidente da Acil

A contadora Graciela Black toma posse na sexta-feira (25), em substituição a Cristian Bergesch. Ela é apenas a segunda mulher a dirigir a centenária entidade lajeadense


0

A contadora Graciela Black toma posse como nova presidente da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) nesta sexta-feira (25), em substituição a Cristian Bergesch. Ela é apenas a segunda mulher a assumir a presidência da centenária entidade, e foi incentivada a assumir a posição principalmente pela primeira mulher — Aline Eggers, da Bebidas Fruki, uma amiga de infância.

A contadora entrou na Acil em 2010, indicada pelo Sindicato dos Contadores e Téncicos em Contabilidade do Vale do Taquari (Sincovat), e nos últimos quatro anos era vice-presidente administrativa. Conforme ela, o desafio é grande em um momento de protagonismo crescente das entidades na região.

Para a nova diretoria, a futura presidente buscou renovar e oxigenar os postos para estimular novas lideranças. Dos 37 cargos, 17 são mulheres. Graciela também criou duas novas diretorias — a de Núcleos e a de Eventos. Sob sua direção, com os vices e diretores, a Acil deve conduzir a realização de um novo planejamento estratégico a partir de maio.

Graciela defende que as associações comerciais locais têm que se unir mais com a Câmara de Indústria e Comércio do Vale do Taquari (CIC-VT) em grandes temas regionais. A contadora também argumenta que a Acil olhe mais para as empresas de pequeno e médio porte, que podem se sentir desassistidas pela entidade, mas são a maioria e responsáveis por 70% dos empregos. “A pequena e média empresa precisa de mais representatividade. Ela tem que sentir que a Acil representa ela e faz alguma coisa por ela”, afirma.

Neste ano a associação tem pelo menos três grandes eventos: a 4ª Jornada da Alimentação, no final de abril, no salão social do Clube Tiro e Caça, e a Construmóbil e a Expovale, que ocorrem de modo conjunto no Parque do Imigrante, de 10 a 15 e 17 a 20 de novembro.

A nova presidente diz que a expectativa é grande para os dois eventos, que têm públicos distintos e desafiam a organização a pensar na estruturação e organização dos espaços. Graciela pontua que há conversas em andamento para o encontro de alternativas para melhorar o acesso ao parque e proporcionar mais vagas de estacionamento.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui