Repraas de Teutônia destina três toneladas de ração para associações de animais

Associação de Proteção aos Animais de Poço das Antas foi a primeira a ser beneficiada


0
Equipe da Repraas, Apampa, médico veterinário da prefeitura e autoridades do legislativo de Teutônia (Foto: Caroline Silva) 

A Rede de Proteção Ambiental e Animal (Repraas) de Teutônia, iniciou nesta segunda-feira (27) a destinação de três toneladas de ração para entidades de proteção de animais do Vale do Taquari. A primeira a ser beneficiada foi a Associação de Proteção aos Animais de Poço das Antas (Apampa).


OUÇA A REPORTAGEM 


O presidente da Repraas, Vladimir da Silva, fala que devido ao trabalho realizado na fronteira do Estado, se pensou em beneficiar as entidades locais. “Quando atuamos na região da fronteira com ataques de cães a ovinos, ajudamos muito aquelas cidades, então a partir desse ano que mudamos para atuação de tráfego de animais silvestres, pensamos em ajudar a nossa região, principalmente os municípios menores, porque eles essas entidades fazem um trabalho muito importante de retirar esses animais da rua e protegê-los de maus-tratos”, conta.

Além da Apampa, ele fala que ao longo de 2022, outras duas entidades voluntárias da região serão contempladas com as doações. “Uma indicação partiu da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Lajeado, e possivelmente será Paverama e Bom Retiro do Sul, que serão beneficiados”, comenta.

A presidente da Apampa, Daniela Brönstrup, fala que essa doação vai fazer a diferença na permanência de vários animais. “Toda ajuda é bem-vinda, a gente vive atualmente de doações, não existe uma ajuda permanente, então essa doação vai manter os animais que temos em lar temporário por um bom tempo”, relata.

A vice-presidente, Adriana Borgelt, comenta que foi como um presente de Natal. “Ficamos contentes pela Repraas ter lembrado da gente, é um presente de Natal para nossa entidade que tem somente dois anos, mas que já fez muitos trabalhos, já castramos 200 animais de uma forma voluntária, e todo o investimento é de trabalho voluntário”, ressalta.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui