Representantes do Conselho Municipal de Política Cultural de Lajeado são eleitos em plenária online

Eleição ocorreu de modo online, por meio da plataforma Google Meet


0
Foto: Divulgação

Na noite de segunda-feira (3), foram eleitos os novos representantes do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) que atuarão na gestão de 2021 a 2023 em Lajeado. A eleição ocorreu de modo online, por meio da plataforma Google Meet, e contou com a participação dos inscritos nos Fóruns Setoriais de Cultura.

A indicação dos membros do CMPC foi realizada durante os Fóruns, que ocorreram na semana passada e reuniram cerca de 150 participantes. Os Fóruns serviram como um espaço de debate e apresentação das demandas de cada setor cultural, e contaram com a participação de artistas, produtores, agentes culturais, conselheiros, gestores, simpatizantes e demais protagonistas da cultura, sejam de ordem pública, privada ou da sociedade civil, entidades jurídicas com ou sem fins lucrativos. Os Fóruns serviram como um espaço de debate e apresentação das demandas de cada setor cultural. 

Eleita conselheira do segmento de Patrimônio Histórico, Cultural e Natural, Fernanda Thomas, arquiteta e urbanista com mestrado em Patrimônio Cultural, explica a importância de fazer parte do Conselho Municipal de Política Cultural. “Dedico meus estudos à área do patrimônio histórico, arquitetônico e cultural desde a graduação. Decidi aceitar o cargo de Conselheira e representar o setor de Patrimônio Cultural, Histórico e Natural como uma forma de buscar novas ações, ideias e projetos para esta área da cidade. Acredito que Lajeado possui um grande potencial cultural, que precisa ser trabalhado e amplamente divulgado para toda população. Estas eleições do setor cultural proporcionam novos eixos de trabalho, pesquisa e busca por uma cidade melhor. A valorização do patrimônio nos permite buscar um futuro culturalmente sustentável. Reconhecer e valorizar nossas origens para seguir em frente, aliando passado e presente”, disse Fernanda.

No total, são 10 setores que necessitam de representantes da sociedade civil no CMPC. Nesta eleição, o setor de Corais ficou sem representantes e o CMIC não obteve representantes suficientes para compor os cargos. Desta forma, será feita uma nova convocação nos próximos dias. 

Para a presidência do CMPC foi eleita a escritora Ana Cecília Togni, que também representa o Setorial de Literatura. Para o cargo de vice-presidente, o titular da Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer, Carlos Reckziegel, foi eleito. 

Confira os representantes da Sociedade Civil eleitos para Conselho Municipal de Política Cultural:

  • Segmento de Artes Cênicas

Conselheiro e suplente: Patrícia Regina Marques e Anderson Silva Balieiro 

  • Segmento de Artes Plásticas, Arte Visual e Audiovisual

Conselheiro e suplente: Giovane Giovanella e Volmar Machado Galarça 

  • Segmento de Artesanato

Conselheiro e suplente: Gabriele Riccardo Giácomo Carletti e Leila Fagundes Kauffmann 

  • Segmento de Empresa, Produtores, Empreendedores, Agentes e Trabalhadores da Cultura

Conselheiro e suplente: Cassiana Schuhl e Marcelo Silva

  • Segmento de Etnias e Folclore

Conselheiro e suplente: Lisiane dos Santos e Tais Rex

  • Segmento de Literatura, Biblioteca e Escritores

Conselheiro e suplente: Ana Cecília Togni e Ney Arruda Filho 

– Segmento de Música, Músicos, Bandas e Orquestras

Conselheiro e suplente: Luis Eduardo Jung e César Leandro Lara

  • Segmento de Tradicionalismo Gaúcho

Conselheiro e suplente: Patrícia Cristina Rambo e Juan Herrera  

  • Segmento de Patrimônio Histórico, Cultural e Natural

Conselheiro e suplente: Fernanda Thomas e Letícia Oliveira de Oliveira. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui