República Democrática do Congo anuncia fim de surto de ebola

Surto foi o 12º no país; anúncio do fim veio cerca de 3 meses após a detecção do primeiro caso. Ao todo, 12 casos foram detectados: 6 pessoas morreram e 6 se recuperaram


0
Surto de ebola na República Democrática do Congo (Foto: OMS)

O Ministério da Saúde da República Democrática do Congo (RDC), na África Central, anunciou, nesta segunda-feira (3), o fim do surto de ebola que começou em fevereiro no país. Ao todo, 12 casos foram detectados: 6 pessoas morreram e 6 se recuperaram. O surto foi o 12º a atingir o território congolês – o quarto em menos de 3 anos.

O anúncio do fim do surto foi repercutido pelo escritório da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a região africana, que responde por 47 dos 54 países do continente.

“O último surto de ebola na República Democrática do Congo foi declarado encerrado após apenas 3 meses”, publicou o escritório regional da OMS na África em sua conta na rede social Twitter.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, elogiou as equipes de saúde do país pelo fim do surto.

“A declaração de hoje sobre o fim do último surto de ebola na República Democrática do Congo é uma prova do profissionalismo, sacrifícios e colaboração de centenas de verdadeiros heróis da saúde, em particular os congoleses”, disse Tedros.

“A Organização Mundial de Saúde está empenhada em ajudar as autoridades nacionais e locais, e o povo de Kivu do Norte, a prevenir o retorno deste vírus mortal e a promover a saúde geral e o bem-estar de todas as comunidades em risco”, declarou o diretor.

O vírus do ebola é transmitido às pessoas a partir de animais selvagens e se espalha na população humana por meio da transmissão de pessoa para pessoa. A taxa média de letalidade é de cerca de 50% – o que significa que, a cada 10 pessoas infectadas, geralmente 5 morrem.

Vacinas já foram desenvolvidas e têm sido usadas para ajudar a controlar a propagação de surtos. O tratamento é de suporte e com hidratação.

Surto

O primeiro caso da doença na República Democrática do Congo foi detectado em fevereiro, na cidade de Butembo, província de Kivu do Norte (veja mapa mais abaixo). A cidade fica a cerca de 150 km da fronteira com Uganda e havia preocupações sobre a potencial propagação do surto pela fronteira.

“No entanto, devido à resposta eficaz, o surto ficou limitado à província de Kivu do Norte”, anunciou a OMS.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui