Restaurantes em Dubai dão desconto para quem se vacinou contra a covid

Dubai já conseguiu imunizar 25% de sua população e agora se preparar para atrair novamente os fregueses de seus renomados restaurantes


0
Foto: Divulgação

Os Emirados Árabes começaram uma ampla campanha de vacinação em dezembro, depois de aprovar as vacinas da Pfizer e da farmacêutica estatal chinesa Sinopharm. O governo já conseguiu imunizar cerca de 2,5 milhões de pessoas, equivalente a 25% da população, posicionando-se em segundo lugar no ranking global da taxa de vacinação, atrás apenas de Israel.

O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor

Com cerca de 3.500 casos da Covid-19, um número razoalvemente baixo em comparação à realidade de outros países, os Emirados agora querem atrair novamente os fregueses que lotavam seus renomados restaurantes.

Os descontos variam de 10% do valor da conta, para quem tomou a primeira dose da vacina, a 20%, para os clientes já inoculados com a segunda dose. É necessário apresentar o certificado de vacinação ao garçom.

Os restaurantes Publique e Ultra Brasserie, de culinária suíça e francesa, anunciaram a oferta neste domingo, dia 24. Geralmente, gasta-se em média 40 dólares por uma refeição nesses locais, considerados de bom pradão. O Reform Social and Grill, conhecido pela delicada barriga de porco e os assados, também entrou na onda. Os três restaurantes pertencem à rede Gates Hospitality.

Os Emirados Árabes reabriram para o turismo em julho do ano passado. O setor gera receitas da ordem de 160 bilhões de dólares por ano para o país, o que representa cerca de 5.1% do PIB, e emprega mais de 317 mil pessoas. Em 2017, a expectativa é que o segmento seja responsável pea produção de 5.4% das riquezas.

Fonte: exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui