Resultado de exames podem decretar sentença para homem que matou menina de 5 anos

Segundo o delegado Humberto Messa Röehrig, o laudo "é a prova técnica de maior importância dentro do inquérito”


1
Foto: Bombeiros / Divulgação

A investigação aguarda o resultado do Departamento Médico Legal (DML), para determinar a sentença ao homem que violentou uma menina de 5 anos em Lajeado.

Segundo o delegado Humberto Messa Röehrig, delegado adjunto da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Lajeado, o laudo “é a prova técnica de maior importância dentro do inquérito”. Conforme ele, através desse parecer, poderá ser detectado se o corpo da vítima estava com vida quando foi jogado nas águas do Rio Taquari.

O delegado responsável ressalta que a sentença para o autor do crime pode ser diferente. Conforme ele, se for considerado somente estupro doloso, com resultado culposo por morte, a pena pode chegar até 30 anos, somando ainda com a pena por ocultação de cadáver. Se o laudo do DML demonstrar que a vítima foi arremessada nas águas ainda com vida, são considerados dois fatos. “O primeiro fato: estupro de vulnerável, descrito no artigo 217-A, e o segundo fato: a questão do omicídio qualificado, que impossibilitou a defesa da vítima, além do meio indicioso cruel que foi o afogamento”, esclarece. A pena do estupro de vulnerável pode variar de 8 a 15 anos de reclusão. “Partindo do pressuposto que a morte for considerada dolosa, soma-se de 12 a 30 anos por homicídio, mas isso só o laudo pode dizer”, concluiu.

Ao ser questionado sobre o prazo para o resultado do parecer, Humberto se mostrou otimista. “A perícia técnica do Instituto de Criminalística do IGP está tratando a situação com prioridade, devida tamanha a brutalidade e repercussão”, diz.

Saiba mais

– Menina de 5 anos morre após ser encontrada inconsciente às margens do Rio Taquari, em Lajeado

– “Um dos crimes mais bárbaros que se viu em Lajeado nos últimos tempos”

“Fiquei em choque. A gente não está preparado para receber uma notícia assim”, diz avô de criança morta em Lajeado

“Ele vai ter que pagar pelo o que fez”, diz familiar de homem que matou menina de 5 anos

 

1 comentário

  1. Se a menina foi levada até o HBB com insuficiência cardio respiratoria,e estava boiando nas águas do rio Taquari,está óbvio que ela foi jogada com vida……

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui