Revendedor de balaios entrega seus produtos de bicicleta pelo Vale do Taquari

"Perdi a mãe aos sete anos, então fui morar com meus tios em Cruzeiro do Sul, e ali aprendi a trabalhar e não reclamar do que tenho", diz Waldemar dos Santos


0
Foto: Joel Alves

Com os balaios amarrados em sua bicicleta barra forte, Waldemar dos Santos (69), sai antes de clarear o dia para os revender nas cidades do Vale do Taquari. Apesar de morar no Bairro Florestal, em Lajeado, Santos entrega seus balaios em cidades mais distantes de sua casa, como: Teutônia, Paverama, Venâncio Aires, Sério, Marques de Souza entre outras.


ouça a reportagem 


 

Acostumado a serviços braçais, pois se aposentou na construção civil, Waldemar não reclama de pedalar longas distâncias. “Perdi a mãe aos sete anos, então fui morar com meus tios em Cruzeiro do Sul, e ali aprendi a trabalhar e não reclamar do que tenho”, fala ele com um sorriso no rosto.

Waldemar começou a trabalhar cedo, e percebeu que precisamos de poucas coisas para sermos felizes. “Comecei a trabalhar aos 12 anos e até os 21, entregava todo meu salário pra minha tia, pois foi ela que cuidou de mim quando eu mais precisava. Eu ganhava uma calça e uma camisa por ano e estava bom. Então vou reclamar do que hoje?”, fala Santos.

Texto: Joel Alves

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui