RGE investe mais de R$ 100 milhões na rede elétrica do vale do Taquari em quatro anos

Somente em 2020 foram mais de R$ 37 milhões. Foco é na manutenção preventiva e ampliação do sistema


0
Foto: Ilustrativa / Divulgação

A RGE investiu, desde 2017, o total de R$ 100,6 milhões, sendo R$ 37,3 milhões somente em 2020, na rede elétrica do Vale do Taquari. No ano passado a RGE fez intervenções como a substituição de 3.681 postes de madeira por unidades de concreto; 107,1 Kms de rede construída ou reformada; e instalação de 23 religadores telecomandados, totalizando agora 188 equipamentos em toda a região. Outros 19 serão instalados até o fim do ano.

Os religadores permitem restabelecer a energia de forma remota a partir do Centro de Operações da empresa, sem a necessidade de deslocamento de equipes e mais rapidamente, nos casos de interrupção sem danos físicos na rede.

No plano de manutenção, que consiste em inspecionar 100% das redes de distribuição de baixa e média tensão a cada 5 anos, neste ano, estão sendo vistoriados 980 Km. As vistorias têm como objetivo identificar necessidades de manutenções estruturais gerais, que podem ser troca de componentes, de postes e de outros equipamentos.

Para 2021 também estão programadas, ou em andamento, 7 obras na rede de média tensão, contemplando 19,13 Km com ampliação e reforço, melhorando assim flexibilidade e a confiabilidade do sistema. Na rede de baixa tensão estão programadas, ou em andamento, 117 obras, envolvendo 64,30 Km.

Em 2020 a RGE investiu R$ 963 milhões em toda a área de concessão, o maior volume da história da empresa. A projeção para o período de 2021 a 2025 é investir R$ 5,5 bilhões. Esses recursos são aplicados em construção e ampliação de subestações e linhas de transmissão; instalação de equipamentos de alta tecnologia; substituição de postes; construção de circuitos alimentadores e redes de baixa tensão; renovação da frota para atendimento ao cliente; capacitação e formação de novos profissionais eletricistas e projetistas; digitalização; melhoria dos sistemas de pagamento da conta de energia elétrica; entre outros de menor porte.

Sobre a RGE – Responsável por distribuir 65% da energia elétrica consumida no Rio Grande do Sul e atender 2,9 milhões de clientes em 381 municípios gaúchos, a RGE é hoje a maior distribuidora da CPFL Energia em extensão territorial e número de cidades atendidas. A área de concessão da companhia, que é resultado do agrupamento das distribuidoras RGE e RGE Sul, realizado em janeiro de 2019, totaliza 189 mil km² de extensão, abrangendo as áreas urbanas e rurais das regiões Metropolitana, Centro-Oeste, Norte e Nordeste do estado.

Os investimentos realizados pela RGE contribuem para o desenvolvimento socioeconômico de locais de fundamental importância para a economia do estado, que vão desde fortes polos turísticos, agrícolas e pecuários, até grandes centros industriais e comerciais, trazendo mais bem-estar, conforto e infraestrutura para a vida de 7,4 milhões de gaúchos.

Sobre a CPFL Energia – A CPFL Energia, há 108 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, transmissão, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a quinta terceira maior organização empresarial do mundo e a maior empresa de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.

Com 14% de participação, a CPFL Energia é uma das maiores empresas no mercado de distribuição, totalizando mais de 10 milhões de clientes em 687 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 4%. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com capacidade instalada de 4.303 MW, no final de setembro de 2020. Tem um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. A CPFL Renováveis é a maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia.

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da B3. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL. AI/RC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui