Rio de Janeiro publica datas em que escolas de samba desfilarão em abril

Carnaval da Marquês de Sapucaí começará nos dias 20 e 21


0
Foto: Alexandre Macieira/Riotur

A prefeitura do Rio de Janeiro publicou nesta sexta-feira (11) no Diário Oficial do Município as datas dos desfiles das escolas de samba, adiados para abril em razão da alta de casos de covid-19.

O carnaval da Marquês de Sapucaí vai começar nos dias 20 e 21 de abril, com os desfiles das escolas da série ouro. Já as agremiações do Grupo Especial vão desfilar nos dias 22 e 23 de abril, sexta-feira e sábado.

No domingo (24 de abril), será a vez das escolas mirins. A apuração das notas dos jurados será no dia 26 de abril, uma terça-feira. O desfile das campeãs do Grupo Especial encerra a programação da Marquês de Sapucaí no dia 30 de abril (sábado).

Desfiles do Sambódromo

20/4 (quarta-feira) – Série Ouro – Liga RJ
21/4 (quinta-feira) – Série Ouro – Liga RJ
22/4 (sexta-feira) – Grupo Especial – Liesa
23/4 (sábado) – Grupo Especial – Liesa
24/4 (domingo) – Desfile das Crianças
26/4 (terça-feira) – Apuração
30/4 (sábado) – Campeãs – Liesa

Os desfiles da Avenida Intendente Magalhães, na zona norte da cidade, também tiveram o calendário publicado nesta sexta-feira. A prefeitura divulgou, ainda, que o Terreirão do Samba, no Centro do Rio, terá apresentações nos dias 20, 21, 22, 23 e 30 de abril.

Desfiles da Intendente Magalhães

20/4 (quarta-feira) – Federação de Blocos
21/4 (quinta-feira) – Grupo de Avaliação – Superliga
22/4 (sexta-feira) – Grupo Bronze – Superliga
29/4 (sexta-feira) – Grupo Prata – Superliga
30/4 (sábado) – Grupo Prata – Superliga
1º/5 (domingo) – Grupo B+C – Livres

A decisão de adiar o carnaval para abril foi anunciada conjuntamente em janeiro pelas prefeituras do Rio de Janeiro e de São Paulo. Com a escolha das datas, as cidades buscam aproveitar o feriado prolongado de Tiradentes (21 de abril). Além disso, o 23 de abril é feriado de São Jorge no estado do Rio de Janeiro.

“A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de covid-19 no Brasil e à necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional”, diz a nota conjunta das prefeituras divulgada no dia em que o adiamento foi anunciado.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui