Rio Grande do Sul encerra agosto com mais de 560 mil desempregados

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios no âmbito da Covid-19.


0
Foto: EBC

O desemprego no Rio Grande do Sul apresentou leve queda em agosto, mas continua em nível maior que o verificado em março, época de chegada da pandemia de coronavírus ao Estado. Ao todo, são mais de 560 mil pessoas sem ocupação formal. É o que apontam os dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) no âmbito da Covid-19, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com o levantamento, a economia gaúcha encerrou o mês passado com um contingente de 562 mil pessoas sem ocupação formal, contingente que representa uma retração de 1% em relação a julho. Já na comparação com a primeira edição da pesquisa, em maio (quando 480 mil gaúchos se encontravam nessa situação), foi contatado um crescimento de 17%. Com isso, a taxa de desemprego no Rio Grande do Sul se manteve estável em agosto, ficando em 9,9%, contra 10% em julho. Em maio, por sua vez, o indicador havia registrado 8,4%.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui