Rio Grande do Sul recebe certificado de estado livre da febre aftosa

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini

O Rio Grande do Sul foi oficialmente reconhecido como estado livre da febre aftosa. Dessa forma, reduz-se o custo que os produtores têm para vacinar os mais de 40 milhões de bovinos do estado. O reconhecimento internacional já havia sido feito em maio, mas a entrega do certificado oficial da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) foi hoje (10), pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, durante a cerimônia de abertura oficial da 44ª Expointer, em Esteio (RS). “Mais de 40 milhões de cabeças deixam de ser vacinadas no Rio Grande do Sul [a partir desse reconhecimento]”, disse a ministra ao lembrar que o número corresponde a mais de 20% da população bovina brasileira, e a uma economia de R$ 90 milhões com a compra de 60 milhões de doses anuais de vacina. Em maio, a OIE reconheceu como áreas livres de febre aftosa sem vacinação os estados do Acre, Paraná e Rondônia, além do Rio Grande do Sul. A certificação também foi concedida a 14 cidades do Amazonas e a cinco municípios do Mato Grosso. O Paraná foi distinguido como zona livre de peste suína clássica independente. A decisão foi anunciada durante a 88ª Sessão Geral da Assembleia Mundial dos Delegados da OIE. Fonte: Agência Brasil

Sexta-feira com 25 óbitos e 3.562 novos casos de covid no RS

O Rio Grande do Sul registra nesta sexta-feira (10), 25 óbitos e 3.562 novos casos de covid. Agora, o Estado chega a um total de 1.417.918 casos confirmados. Desses, 1.378.425 são considerados recuperados (97%); em acompanhamento, 4.975 casos ativos (0,3%); e 34.420 morreram em decorrência do coronavírus (2,4%). Às 17h desta quinta-feira (9), 56,1% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 1.875 pacientes para 3.340 leitos disponíveis. RC

Lajeado fará vacinação de doses 1 e 2 no drive-thru do Parque do Imigrante neste sábado

Neste sábado (11), a vacinação contra a covid-19 em Lajeado voltará a ser feita no drive-thru do Parque do Imigrante a fim de concentrar as equipes da Secretaria da Saúde. Poderão buscar pela imunização qualquer pessoa com 18 anos ou mais residente em Lajeado e quem precisa completar o esquema vacinal com a segunda dose. Não haverá vacinação nos postos neste sábado. No domingo, não haverá vacinação em nenhum lugar. Para a vacinação por faixa etária no sábado, é necessário apresentar apenas documento de identidade e comprovante de residência em Lajeado. Em caso de não possuir comprovante de residência, será aceita uma declaração de próprio punho. Confira aqui o modelo de autodeclaração. Já para quem precisa receber a segunda dose, é necessário apresentar a carteirinha de vacinação comprovando a data da primeira dose e documento de identidade. Na segunda-feira (13), a vacinação volta a ser feita nos postos de Postos de Saúde do Centro, São Cristóvão e Montanha, das 8h às 14h, com segundas doses. A oferta de dose 1 na segunda-feira dependerá da quantidade de doses disponíveis. A informação será divulgada nas redes sociais da prefeitura no domingo (12). AI/VM

Decisão do Supremo pode invalidar emancipação de quatro municípios do Vale do Taquari

O Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, declarou inconstitucionais três leis estaduais que permitiram a emancipação de 30 municípios no Rio Grande do Sul. As informações são do site G1. Assim, as cidades devem voltar a ser distritos, segundo a decisão. Entre elas, estão Coqueiro Baixo, Canudos do Vale, Forquetinha e Westfália. O STF entendeu que os municípios não cumpriam todo o regramento necessário. A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), manifestou-se na tarde desta sexta-feira, através do coordenador geral, Salmo Dia de Oliveira. Segundo ele, os municípios não correm o risco de desemancipação.

RS tem alta de 225% no número de feminicídios em agosto, aponta SSP

Os registros de feminicídios no Rio Grande do Sul saltaram 225% na comparação entre agosto de 2020 com o mesmo mês em 2021, segundo os indicadores divulgados pela Secretaria de Segurança Púbica (SSP) nesta sexta-feira (10). Em agosto do ano passado, foram quatro registros. Já durante o mês neste ano, foram 13 mulheres assassinadas devido ao gênero. O titular da SSP, vice-governador Ranolfo Vieira Jr., lamentou o aumento de casos, mas destacou o reforço das estruturas da Brigada Militar e da Polícia Civil na proteção das mulheres. Entre as 13 vítimas de feminicídio em agosto, duas tinham registro de ocorrência contra o agressor, segundo a SSP. Em nove casos, o homem tinha vínculo amoroso ou familiar com a mulher assassinada. Fonte: G1

Comércio cresce 1,2% em julho e atinge patamar recorde, diz IBGE

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro cresceu 1,2% em julho deste ano, na comparação com o mês anterior. Essa foi a quarta alta consecutiva do indicador, que atingiu patamar recorde da série histórica da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), iniciada em 2000. O comércio também teve altas de 5,7% na comparação com julho de 2020; de 1,1% na média móvel trimestral; de 6,6% no acumulado do ano e de 5,9% no acumulado de 12 meses. Os dados foram divulgados hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A receita nominal também apresentou altas: de 2,2% na comparação com junho deste ano; de 1,5% na média móvel trimestral; de 19,7% em relação a julho de 2020; de 18,6% no acumulado do ano e de 15,7% no acumulado de 12 meses. Fonte: Agência Brasil

Plenário do STF decidirá se Lira tem prazo para analisar impeachment

O plenário físico do Supremo Tribunal Federal (STF) vai decidir se deve ser aplicado um prazo para que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), analise pedidos de impeachment apresentados contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O tema estava em julgamento no colegiado que se reúne virtualmente. No entanto, um pedido de destaque do ministro Ricardo Lewandowski levará o caso a ser avaliado fisicamente, com transmissão ao vivo para todo o país. A relatora da ação, ministra Cármen Lúcia, votou contra o estabelecimento de um prazo. A tendência seria de que os demais magistrados seguissem a decisão dela. Mas a mudança para o plenário físico pode gerar mudança na posição dos magistrados. A nova data do julgamento ainda será marcada. Estava em andamento no plenário virtual, mas, como foi para o físico, tem que ser pautado pelo presidente da Corte, Luiz Fux. Fonte: R7

Uma a cada cinco alunas de 13 a 17 anos já sofreu violência sexual, diz IBGE

Entre as alunas brasileiras de 13 a 17 anos, das redes pública e privada, 20% dizem que já sofreram violência sexual em algum momento da vida: foram tocadas, manipuladas ou beijadas contra a própria vontade, ou tiveram partes do corpo expostas sem autorização. No grupo dos meninos, o índice também é preocupante, embora menor: 9%. A conclusão é da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) 2019, divulgada nesta sexta-feira (10) pelo IBGE. Por meio de amostragem populacional, o órgão distribuiu questionários a jovens do 7º ano do ensino fundamental ao 3º do ensino médio, com garantia de anonimato nas respostas. Segundo a pesquisa, o ato de maior gravidade (relação sexual forçada) foi sofrido também com maior frequência pelas estudantes do sexo feminino: 8,8% delas afirmaram que foram vítimas de tal crime. Entre os meninos, o percentual foi de 3,7%. Os dados refletem uma realidade pré-pandemia. Fonte: O Sul

Jornalistas afegãos são detidos e espancados pelo Talibã

Dois jornalistas afegãos foram espancados pelo Talibã após serem detidos quando cobriam um protesto pacífico de mulheres na capital Cabul, na terça-feira (7), que foi violentamente reprimido. A ONU afirmou nesta sexta-feira (10) que ao menos quatro pessoas foram mortas no ato e denunciou que a resposta do grupo extremista a manifestações tem sido cada vez mais violenta, com o uso de munição real, cassetetes e chicotes no Afeganistão.

Mais de 70 milhões de brasileiros estão com vacinação completa

O Brasil superou na quinta-feira (9) a marca de 70 milhões de pessoas com a imunização contra covid-19 completa (duas doses ou dose única). Este número representa um terço da população total do país ou cerca de 45% dos adultos. Segundo o Mapa da Vacinação do R7, Mato Grosso do Sul é o estado com a maior cobertura vacinal completa: 48,14% da população. Em seguida, aparece São Paulo, que tem 43,25% dos habitantes com duas doses ou dose única. Cerca de 137 milhões de pessoas já tomaram ao menos a primeira dose de uma vacina anticovid (64,6% da população brasileira ou 85% dos adultos). Há um mês, o país registrava 28,8% dos adultos com vacinação completa e 67,5% com ao menos uma dose. Fonte: R7

Los Angeles impõe vacinação anticovid obrigatória para estudantes maiores de 12 anos

Todos os estudantes maiores de 12 anos das escolas públicas de Los Angeles, nos Estados Unidos, deverão estar vacinados contra a Covid-19 até o fim do ano, decidiu nesta quinta-feira (9) o distrito escolar da cidade californiana. A medida, decidida em votação, pode abrir precedente por ser a primeira do tipo imposta por um distrito escolar dos EUA, que enfrenta um aumento no número de infecções, impulsionadas principalmente pela variante Delta do coronavírus. Todos os adolescentes com mais de 12 anos em aulas presenciais nas escolas públicas do distrito terão até 21 de novembro para receber a primeira dose do imunizante, e até 19 de dezembro para a segunda. Fonte: G1

Vendas do comércio brasileiro crescem 1,2% em julho e atingem patamar recorde

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro cresceu 1,2% em julho na comparação com o mês anterior. Essa foi a quarta alta consecutiva do indicador, que atingiu patamar recorde da série histórica da Pesquisa Mensal do Comércio, iniciada em 2000, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O comércio também registrou altas de 5,7% na comparação com julho de 2020, de 1,1% na média móvel trimestral, de 6,6% no acumulado do ano e de 5,9% no acumulado em 12 meses. A receita nominal cresceu 2,2% na comparação com junho deste ano, 1,5% na média móvel trimestral, 19,7% em relação a julho de 2020, 18,6% no acumulado do ano e 15,7% no acumulado em 12 meses. Fonte: Agência Brasil

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui