Rio Grande do Sul registra queda no número de transplantes durante pandemia

Houve uma queda de 24% no número de transplantes de órgãos sólidos (coração, pulmão e fígado, por exemplo) e de 54% no de tecidos (córnea, esclera, osso e pele).


0
Foto: Divulgação

O número de doadores de órgãos e tecidos no Rio Grande do Sul caiu de janeiro a agosto, em relação ao mesmo período do ano passado. O governo acredita que a motivação seja a pandemia da Covid-19.

Houve uma queda de 24% no número de transplantes de órgãos sólidos (coração, pulmão e fígado, por exemplo) e de 54% no de tecidos (córnea, esclera, osso e pele). Nos oito primeiros meses de 2019, o estado realizou 467 transplantes de órgãos e 877 de tecidos.

Neste ano, no mesmo período, foram 356 e 400, respectivamente. Este mês é lembrado como Setembro Verde, de promoção à doação de órgãos. Por isso o Piratini reforça a campanha de doação.

Fonte: Governo do RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui