Rio Grande do Sul registra redução em todos os indicadores criminais em janeiro

Em janeiro, os 22 índices divulgados ficaram abaixo do registrado no mesmo mês em 2021


0
Foto: Carlos Ismael/Divulgação

No primeiro mês de 2022, a queda da criminalidade no Rio Grande do Sul verificada ao longo dos últimos três anos se expressou de ponta a ponta nos indicadores monitorados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Todos os 22 índices divulgados mensalmente pela pasta – de homicídios e latrocínios aos crimes patrimoniais, além dos feminicídios e demais delitos de violência contra a mulher – encerraram janeiro em queda na comparação com o mesmo período do ano passado.

Os dados, que consolidam no quarto ano da atual gestão a virada de página na Segurança Pública, foram apresentados nesta sexta-feira (11) pelo governador Eduardo Leite e pelo vice-governador e secretário da SSP, delegado Ranolfo Vieira Júnior, em ato público na Rua Garibaldi, conhecida como Rua Coberta, no centro de Esteio. Autoridades locais também participaram.

A cidade da Região Metropolitana, tradicional sede da Expointer, foi palco da divulgação por ter zerado em janeiro, pelo segundo ano seguido, os homicídios. Além disso, o município está desde setembro de 2017 sem latrocínios.

A soma de homicídios, latrocínios e feminicídios, principais indicadores que compõem o conjunto tecnicamente conhecimento como crimes violentos letais intencionais (CVLI), bateu novo recorde de redução. Caiu 13,6%, de 169 em janeiro do ano passado para 146 no primeiro mês de 2022 – o menor total desde 2012, quando os três crimes passaram a ser contabilizados de forma individual. Em relação a 2018, o último ano antes da implantação do RS Seguro, quando houve 249 vítimas, a queda chega 41,4%.

Fonte: O Sul

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui