Rio Grande do Sul terá mês dedicado à prevenção do suicídio

O suicídio ainda hoje é considerado um tabu na sociedade e a falta de informação e diálogo


0

A Assembleia Legislativa do RS aprovou na terça-feira (17), por unanimidade, o projeto de lei 206/2020, que institui a campanha Setembro Amarelo e o Dia Estadual de Prevenção ao Suicídio, que será realizado em 10 de setembro. A proposta segue para sanção do governador Eduardo Leite.

O objetivo do projeto, de autoria da deputada Franciane Bayer (PSB), é dar visibilidade ao assunto por meio de diversas ações, como a promoção de palestras e seminários para orientar e alertar a população sobre o tema e a capacitação de profissionais de saúde para auxiliá-los na identificação de pessoas que se enquadrem nesse perfil. “Somos o Estado brasileiro com os maiores índices de suicídio e precisamos mudar essa triste realidade. O suicídio ainda hoje é considerado um tabu na sociedade e a falta de informação e diálogo sobre o assunto não tem contribuído para a redução dos casos no Rio Grande do Sul”, declarou a parlamentar.

A campanha Setembro Amarelo terá como símbolo um laço de fita na cor amarela, devendo as instituições públicas, em todas as esferas, e a iniciativa privada, por adesão, participarem da divulgação da campanha mediante a utilização de iluminação e decoração na cor amarela, em suas sedes, monumentos, logradouros públicos, em especial os de relevante importância e de grande fluxo de pessoas, durante o mês de setembro.

Fonte: O Sul


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui