RS melhora oito posições no ranking nacional de tempo de abertura de empresas

É o que aponta o boletim Mapa de Empresas, publicado recentemente pelo Ministério da Economia, com dados do primeiro quadrimestre deste ano


0
Foto: Divulgação /, Ilustrativa

As dificuldades para abrir uma empresa no Rio Grande do Sul e o excesso de burocracia no serviço público estão diminuindo cada vez mais. É o que aponta o boletim Mapa de Empresas, publicado recentemente pelo Ministério da Economia, com dados do primeiro quadrimestre deste ano. Conforme o levantamento, o RS subiu oito posições no item “Ranking do tempo total de abertura de empresas nos Estados”.

No terceiro quadrimestre do ano passado, o Estado era o penúltimo colocado nesse item. Em quatro meses, alcançou a 18ª posição, apresentando redução de três horas no prazo de abertura de empresas. Atualmente, o tempo médio para abrir um negócio no RS está em três dias e 17 horas.

O objetivo é alcançar as cinco primeiras posições no país até o próximo ano. “Chegamos a esse resultado não em quatro meses, mas, sim, por estarmos realizando um trabalho de fôlego em relação a desburocratização da máquina pública. É uma cultura que lutamos diariamente para melhorar, porque queremos facilitar a vida de quem quer empreender. Porém, não estamos sozinhos. As ações contam com apoio do Executivo, Legislativo e Judiciário, assim como diversos setores da sociedade” afirma o secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal.

O projeto DescomplicaRS, implementado pelo governo gaúcho em agosto de 2019, e o Conselho Estadual de Desburocratização e Empreendedorismo (Cede), com atuação da representantes da sociedade, têm atuado para ampliar o número de adesões de municípios gaúchos à RedeSimples. A ação é feita em parceria com o SebraeRS e a Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul (JucisRS), onde os órgãos estaduais que emitem permissões para a abertura de um negócio estão integrados, acelerando o processo.

Fonte: Governo do RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui