RS registra 127 óbitos e 3.675 novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira

Às 16h desta quinta, 81,6% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

O Rio Grande do Sul teve 127 óbitos e 3.675 novos casos de Covid-19 conforme a Secretaria Estadual de Saúde. Agora o estado chega a um total de 995.734 casos confirmados de Covid-19. Desses, 955.021 estão recuperados (96%); 14.965 (2%) casos ativos e 25.668 pessoas morreram (2,5%).

Leitos

Às 16h desta quinta (6), 81,6% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 2.759 pacientes para 3.380 leitos disponíveis.

Vacinação

Rio Grande do Sul já tem 2.396.467 de pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o que representa 20,9% dos 11.422.973 habitantes gaúchos. Desses, 1.010.737 (8,8%) já receberam a segunda dose.

Brasil

O Brasil registrou 2.791 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta quarta-feira (5) 414.645 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 2.329. É o 50º dia seguido em que essa média fica acima da marca de 2 mil. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -8%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes do vírus. Nesses últimos 50 dias foram registradas 132.245 mortes por Covid no país.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta quarta. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Essa foi a menor média móvel de mortes registrada desde 25 de março, quando ela estava em 2.276 –e em plena ascenção naquele momento. O ritmo atual, na faixa de estabilidade, mesmo quando em queda não ficou abaixo de -20% nas últimas semanas. É pouco se comparado ao ritmo de crescimento que a curva apresentou em março, com altas que passaram de +50%.

Três estados apresentam tendência de alta nas mortes: PR, CE e PE. Além da triste marca de 50 dias com mais de 2 mil mortes na média móvel, o país completa agora 105 dias com essa média acima da marca de mil.

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui