RS registra 241 óbitos e 7.170 novos casos de Covid-19

Dos 3.411 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 3.178 (93,2%) estavam ocupados até às 17h


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

O Rio Grande do Sul registra nesta sexta-feira (9), 241 óbitos informados pela Secretaria Estadual da Saúde. Assim, o RS chega a um total de 21.779 mortes em decorrência do coronavírus. Também foram contabilizados 7.170 novos casos, alcançando um total de 886.149. O número estimado de recuperados é de 849.784 (96%) e em acompanhamento 14.513 (2%).

Dos 3.411 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 3.178 (93,2%) estavam com pacientes internados às 17h desta sexta. A taxa de mortalidade é de 191,4 por 100.000 habitantes e a letalidade aparente é de 2,5 %. Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 1.602.992 pessoas vacinadas com a primeira dose e 352.668, com a segunda dose.

Óbitos mais recentes no Vale

Arroio do Meio (mulher, 71)
Arroio do Meio (homem, 76)
Arroio do Meio (homem, 57)
Cruzeiro do Sul (homem, 55)
Estrela (homem, 68)
Ilópolis (homem, 45)
Lajeado (homem, 72)
Teutônia (homem, 60)

Brasil

O Brasil registrou 4.190 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta quinta-feira (8) 345.287 vítimas desde o início da pandemia. Essa é a segunda pior marca em um dia até aqui. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias ficou em 2.818. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +17%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta quinta. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. A nova marca de óbitos impressiona mais que o recorde de terça-feira (6), quando foram registradas 4.211 mortes. Isso porque é habitual que, justamente às terças, os números fiquem acima da média, em decorrência do represamento de dados do fim de semana – o que ficou ainda mais evidente em razão do feriado da Páscoa.

Já são 78 dias seguidos no Brasil com a média móvel de mortes acima da marca de mil; o país completa agora 23 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia; e é o décimo terceiro dia com a média acima da marca de 2,5 mil. Fonte: G1

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui