RS registra 341 óbitos por Covid nesta terça-feira e ultrapassa 800 mil casos positivos

O número estimado de recuperados é de 753.739 (94% dos casos)


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

O Rio Grande do Sul registra nesta terça-feira (23), 341 óbitos informados pela Secretaria Estadual da Saúde. Assim, o RS chega a um total de 17.499 mortes em decorrência do coronavírus. Também foram contabilizados 8.590 novos casos, alcançando um total de 801.499. O número estimado de recuperados é de 753.739 (94% dos casos) e em acompanhamento 30.193 (4%).

Dos 3.261 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 3.480 (106,7%) estavam com pacientes internados às 17h desta terça. A taxa de mortalidade é de 153,8 por 100.000 habitantes e a letalidade aparente é de 2,2 %. Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 807.007 pessoas vacinadas com a primeira dose e 272.743, com a segunda dose.

Óbitos mais recentes no Vale do Taquari:

Cruzeiro do Sul (mulher, 90)
Encantado (homem, 64)
Encantado (homem, 77)
Encantado (homem, 55)
Forquetinha (mulher, 86)
Lajeado (homem, 63)
Lajeado (mulher, 70)
Lajeado (homem, 69)
Taquari (homem, 48)
Teutônia (mulher, 83)

Brasil

Com mais 49.293 casos de Covid-19 confirmados nas últimas 24 horas, o Brasil ultrapassou nesta segunda-feira (22) a marca de 12 milhões de confirmações desde o início da pandemia. Ao todo, são 12.047.526. Esse patamar fúnebre só foi alcançado por outro país em todo o mundo, os Estados Unidos, que têm a maior quantidade de diagnósticos confirmados e mortes pela doença. Por lá, porém, os números vem caindo desde meados de janeiro. No domingo (21), quando os norte-americanos atualizaram a contagem pela última vez, foram confirmados 33 mil novos casos — 14 mil a menos que os registrados no Brasil no mesmo dia.

Os especialistas consideram que este é o momento mais grave da pandemia no país. A média móvel de óbitos tem batido recordes sucessivos desde 24 de fevereiro e chegou a 2.306 nesta segunda. Só nas últimas 24 horas, mais 1.383 vítimas da doença foram registradas, totalizando 295.425. Esse último fim de semana foi o mais fatal de toda a pandemia, com 3.728 mortes em 48 horas. É comum que, aos domingos e segundas-feiras, as confirmações sejam represadas por conta do funcionamento de laboratórios e secretarias da Saúde. Pouco mais de dois meses depois do início da vacinação, o Brasil atingiu mais cedo a marca de 16 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 aplicadas em todo o território nacional. Fonte: G1

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui