RS tem aumento de mais de 180% na busca por testamentos durante a pandemia

Os dados mostram que o crescimento começou um mês após o início da pandemia.


0
Foto: Marco Quintana/JC

A possibilidade de morrer em razão da pandemia gerou uma corrida aos cartórios de notas do Estado em busca da formalização de um desejo por parte de pessoas que possuem bens, sejam eles muito valiosos ou nem tanto.

A procura pela realização de um testamento nos Cartórios de Notas teve um salto de 187% no Rio Grande do Sul ao longo dos últimos meses, na comparação entre abril e julho de 2020. Os dados mostram que o crescimento começou um mês após o início da pandemia, em março, e continuam aumentando mês a mês em diversos estados brasileiros. Em números absolutos, o Estado passou de 135 testamentos em abril para 387 em julho.

Para o presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio Grande do Sul (CNB/RS), Ney Paulo Silveira de Azambuja, é difícil apontar os motivos do aumento da procura, mas a pandemia trouxe preocupação para a população. “Antes, tínhamos uma procura mais expressiva por parte das pessoas mais velhas, agora, temos pessoas mais jovens que, com receio da atual situação, resolveram seus eventuais problemas familiares agora, mesmo que com pouca idade para testar. Além de profissionais da saúde”, afirma.

Fonte: Jornal do Comércio

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui