RS tem o maior número de internados em UTI por Covid-19 desde o início da pandemia

Neste período, 6.573 gaúchos perderam a vida para a doença.


1
Foto: Reprodução / Pixabay

No mesmo dia em que o governo do Estado liberou a realização de aulas presenciais em regiões que estão há duas semanas ou mais com bandeira vermelha, mudando o próprio protocolo estabelecido anteriormente, o Rio Grande do Sul atingiu o maior número de pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e em leitos clínicos por Covid-19 desde o início da pandemia.

O Rio Grande do Sul chegou nesta terça-feira (24) ao dia 262 da pandemia no Estado. Neste período, pelo menos 301.766 pessoas gaúchos contraíram a Covid-19 e 6.573 deles perderam a vida para a doença.

Ainda na terça-feira, o governo de Eduardo Leite fez a segunda mudança seguida nos protocolos do distanciamento controlado para permitir a realização de aulas presenciais em regiões que estão sob bandeira vermelha. Inicialmente, nestas regiões, somente era permitido o ensino remoto. Há uma semana, o gabinete de crise do governo mudou a regra, permitindo que as aulas presenciais pudessem ser realizadas mesmo em bandeira vermelha, desde que a região não estivesse classificada na cor durante duas semanas consecutivas.

Nesta terça-feira (25), nova mudança: o ensino presencial pode ser mantido independentemente de quantas semanas as regiões estiverem com a classificação. “Saúde é muito mais do que não contrair o vírus. É também desenvolver a capacidade cognitiva dos alunos”, disse o governador.

As decisões seguidas do Piratini relaxando as mediadas de distanciamento social vão de encontro aos números da pandemia no Rio Grande do Sul. A curva de internações hospitalares em razão da Covid-19 vem crescendo fortemente no Estado nas últimas semanas e atingiu nesta terça-feira um recorde: com 1.101 pessoas internadas em leitos clínicos e outras 749 hospitalizadas em UTIs, o Estado chegou ao maior número de pacientes em hospitais desde o início da pandemia.

Anteriormente, a maior quantidade de pessoas em UTIs havia sido registrada no dia 26 de agosto, quando 735 pacientes estavam em leitos intensivos por causa do novo coronavírus. No caso de internações em leitos clínicos, o recorde anterior era do dia 28 de julho, com 1.027 pessoas hospitalizadas. Esse número foi superado no dia 20 de novembro (1.038) e novamente batido nesta terça-feira.

Fonte: Jornal do Comércio

1 comentário

  1. Parou as mortes de diabetes ? Hipertensão ? Coração? Maravilha. So temos 1 agora de 80 opções para se cuidar

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui