RS tem queda de 77% nos casos de feminicídios em março

Os indicadores de criminalidade foram divulgados nesta quinta-feira (8)


0
Foto: Divulgação

O número de feminicídios no Rio Grande do Sul teve queda de 77% em março de 2021. Os indicadores de criminalidade divulgados nesta quinta-feira (8) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) indicam três casos neste ano, contra 13 no mesmo período de 2020 – o menor total em toda a série histórica de contabilização, iniciada em 2012.

A redução também é perceptível se comparados os primeiros três meses de cada ano. No primeiro trimestre de 2020 foram 27 vítimas. Já de janeiro a março de ano foram contabilizados 18 mortes por questões de gênero. Outro crime contra a vida que manteve a tendência de redução no RS foi o homicídio. O número de vítimas em março caiu de 155, no ano passado, para 121, o que representa retração de 21,9%.

Com o resultado, o acumulado do primeiro trimestre também fechou em queda. Em todo o RS, houve 402 vítimas entre janeiro e março deste ano contra 493 no mesmo período de 2020. Março também foi mais um mês de quebra de recorde na redução de roubos de veículos no Rio Grande do Sul. O registro de ocorrências caiu de 866, no ano passado, para 480, o que representa retração de 44,6%.

A baixa contribuiu para aprofundar a redução também no acumulado do primeiro trimestre. Desde janeiro, foram registrados 1.500 roubos de veículos no RS, 43,9% menos que os 2.673 ocorridos nos três meses iniciais de 2020. Os latrocínios, no entanto, registraram alta em março. Foram 10 casos contra dois ocorridos no mesmo mês do ano passado (400%).

O resultado negativo do mês acabou revertendo para alta o cenário no acumulado desde janeiro, com 17 ocorrências, duas a mais que no mesmo período de 2020 (13,3%). Das 10 ocorrências no mês, em sete a investigação já identificou a autoria e prendeu suspeitos.

Dois latrocínios no Vale do Taquari

Entre os latrocínios registrados no RS durante o mês de março, dois aconteceram no Vale do Taquari. O primeiro deles no dia 3, em Lajeado, quando um homem de 59 anos foi encontrado morto dentro de um veículo. A partir de imagens de câmeras de segurança, a Polícia Civil identificou um suspeito. A conclusão de uma perícia para otimização da imagem é aguardada para o início da próxima semana. A partir do material, deve ser feito auto de reconhecimento com uma testemunha. Já a outra situação ocorreu em Bom Retiro do Sul, no dia 18. Na ocasião, um homem de 65 anos foi encontrado carbonizado dentro da própria casa incendiada. O veículo da vítima foi levado e acabou localizado depois, também incendiado, em meio a uma plantação, em Fazenda Vilanova. A investigação já ouviu diversas testemunhas e obteve medidas cautelares para quebra de sigilo telefônico e de Facebook de envolvidos. AD

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui