RS tem recorde de óbitos por Covid com 188 e quase nove mil novos casos nesta quinta

Estado ultrapassa 13 mil mortes em decorrência do coronavírus


0
Foto: iStock / Divulgação

O Rio Grande do Sul registra nesta quinta-feira (4) 9.994 novos casos de Covid-19 e chega a um total de 667.449. O número estimado de recuperados é de 616.932 (93% dos casos); acompanhamento 37.434 (6%); e 13.021 óbitos no total, sendo 188 registrados nesta quinta pela Secretaria Estadual da Saúde (na terça foram 185 e na quarta 180). Nove mortes são de moradores do Vale do Taquari.

Dos 2.970 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 3.012 (101,4%) estavam com pacientes internados às 17h desta quinta. Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 634.917 pessoas vacinadas contra a doença.

Óbitos mais recentes no Vale do Taquari:

  • Bom Retiro do Sul (homem, 47 anos)
  • Cruzeiro do Sul (homem, 85 anos)
  • Cruzeiro do Sul (homem, 86 anos)
  • Estrela (homem, 90 anos)
  • Estrela (homem, 75 anos)
  • Putinga (homem, 48 anos)
  • Santa Clara do Sul (mulher, 55 anos)
  • Teutônia (homem, 76 anos)
  • Westfália (homem, 60 anos)

Brasil

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (3). O país registrou 1.840 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas – novamente um recorde desde o início da pandemia – chegando ao total de 259.402 óbitos desde seu começo. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias chegou a 1.332. A variação foi de 29% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.722.221 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 74.376 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 56.602 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de 27% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de alta também nos diagnósticos. Fonte: G1

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui