RS ultrapassa 900 mil casos confirmados de Covid; 96% considerados recuperados

Estado chega a 90% de ocupação de UTI's. É a primeira vez desde que superou a marca de 100% pela primeira vez em março


0
Foto: Reprodução / Freepik

O Rio Grande do Sul registra nesta quarta-feira (14), 177 óbitos informados pela Secretaria Estadual da Saúde. Assim, o RS chega a um total de 22.565 mortes em decorrência do coronavírus. Um dos óbitos é de um homem, de 41 anos, de Encantado, no Vale do Taquari. Também foram contabilizados 6.591 novos casos, alcançando um total de 904.944. O número estimado de recuperados é de 867.860 (96%) e em acompanhamento 14.446 (2%).

Dos 3.397 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 3.056 (90%) estavam com pacientes internados às 17h desta quarta-feira. Esta é a primeira vez que isso ocorre desde o dia 2 de março, quando o RS ultrapassou a marca dos 100%. O RS registrou em 1º de abril, uma ocupação de 98,4% em leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) geral. O crescimento constante chegou a 109,3%, no dia 17 de março; e 111% de ocupação no dia 19 de março.

A taxa de mortalidade é de 198,3 por 100.000 habitantes e a letalidade aparente é de 2,5 %. Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 1.809.582 pessoas vacinadas com a primeira dose; 428.665, com a segunda dose; o que representa 2.238.247 doses aplicadas no Estado.

Brasil

O país registrou 3.687 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta terça-feira (13) 358.718 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias chegou a 3.051. É o quarto dia seguido em que a média móvel fica acima da marca de 3 mil.

Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +3%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes da doença. Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta terça. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Já são 83 dias seguidos no Brasil com a média móvel de mortes acima da marca de mil; o país completa agora 28 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia; e já são 18 dias com a média acima da marca de 2,5 mil. Incluindo o recorde da véspera, é a primeira vez que a média permanece acima da marca de 3 mil por 4 dias seguidos. Fonte: G1

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui