Rússia expulsa diplomatas da Suécia, Alemanha e Polônia após protestos contra a prisão de líder opositor

Eles são acusados pelo governo russo de participar de 'manifestações ilegais' contra a prisão de Alexei Navalny, principal opositor do presidente Vladimir Putin.


0

O governo da Rússia anunciou nesta sexta-feira (5) a expulsão de diplomatas da Suécia, Alemanha e Polônia sob a acusação de que eles teriam participado de protestos considerados ilegais contra a prisão do líder opositor, Alexei Navalny.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse, em um comunicado, que as ações dos diplomatas foram “inaceitáveis”. A chanceler alemã, Angela Merkel, condenou a expulsão, que chamou de “injustificada”, em uma entrevista coletiva. Ela falou com jornalistas depois de uma reunião com o presidente francês, Emmanuel Macron, quem também lamentou as expulsões.

Fonte: G1

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui